PSD Portimão vota contra apoio de 200 mil euros para torneio de futsal

  • Print Icon

PSD salienta que sobre a modalidade de Futsal, mais importante e justo seria real apoio à secção de Futsal do Portimonense Sporting Clube que apenas recebe 1/5 desse valor que o PS fez aprovar.

Os dois vereadores eleitos pelo PSD de Portimão, Rui André e Ana Fazenda, votaram contra um apoio financeiro de 200.000 euros e respetivo contrato entre a Câmara Municipal de Portimão e uma empresa, para a organização de um torneio de futsal a ter lugar nos dias 27 e 28 de agosto.

A reunião ordinária da Câmara de Portimão onde decorre a votação decorreu ontem, quarta-feira, dia 18 de maio. Para Rui André, a proposta significa «uma verdadeira afronta às famílias portimonenses que lutam diariamente para conseguir cumprir com os seus compromissos financeiros e pagamento, entre outros, das elevadas taxas cobradas pelo município de Portimão. Recordo que este município tem em curso um programa de assistência financeira (FAM), obrigando-se também por essa razão, a uma gestão mais rigorosa dos seus recursos».

Para o PSD de Portimão, acresce ainda o facto de «a equipa de Futsal do Portimonense Sporting Clube, que com muito mérito integra a Primeira Liga portuguesa desta modalidade, receber um apoio anual do município na ordem dos 40.000 euros, curiosamente 1/5 do valor atribuído a esta empresa para organizar este evento de dois dias no mês de agosto».

Por isso, para os dois vereadores do PSD, Rui André e Ana Fazenda, «este valor de 200.000 euros seria mais bem empregue ao ser atribuído ao Portimonense Sporting Clube para fazer face às inúmeras dificuldades e despesas que atravessa, por exemplo no aluguer de autocarros para as deslocações das suas equipas, nas várias modalidades, uma vez que o município não garante sempre este apoio logístico com o qual se comprometeu».

Os sociais democratas deixaram ainda um desafio ao executivo socialista: «O reforço do apoio à equipa de futsal do Portimonense constitui mais do que o apoio e incentivo à modalidade e um justo reconhecimento do seu mérito desportivo, mas também uma forma de promover o concelho pela visibilidade que esta equipa tem vindo a granjear no país e na comunidade portimonense».