PSD Olhão critica série de outdoors «Obra à vista» no concelho

  • Print Icon

Partido Social Democrata (PSD) de Olhão fala em «estratégia, eleitoralista e demagógica» e anuncia queixa ao Tribunal de Contas e à Comissão Nacional de Eleições.

A Comissão Política do PSD de Olhão repudiou hoje «a atitude do executivo camarário na utilização de dinheiros públicos, em proveito da campanha autárquica» do Partido Socialista (PS), com «a afixação nos últimos dias de inúmeros outdoors a anunciar futuras obras».

Segundo aquela força da oposição, «têm-se multiplicado, um pouco por todo o concelho, a mesma estratégia, eleitoralista e demagógica, utilizada pelo atual presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, que em 2013 e 2017 prometeu obras que passados oito anos continuam a aguardar concretização».

«Em nosso entender, se a obra estivesse realmente à vista, não precisava de tanta publicidade!», lê-se na nota do PSD Olhão enviada à redação do barlavento.

«A estratégia utilizada é já conhecida e pretende levar a que os olhanenses acreditem que será no seu último mandato que fará TUDO o que não conseguiu realizar nos últimos oito anos».

«Consideramos que na política não pode valer tudo. Não pode ser usado o dinheiro dos contribuintes em proveito da imagem do partido no poder, como está a acontecer de forma escandalosa no nosso concelho».

O PSD Olhão salienta, contudo, que «não é contra o investimento que visa promover o desenvolvimento do concelho, apenas condena que se gaste o dinheiro público a publicitar esse investimento» mas irá fazer uma participação ao Tribunal de Contas e à Comissão Nacional de Eleições, «para que averiguem a legalidade deste investimento camarário em proveito eleitoral de um partido político».