Portimão: PSD propõe gratuitidade do «Vai Vem» para jovens e seniores

  • Print Icon

Partido Social Democrata (PSD) apresenta hoje proposta para gratuitidade do transporte urbano «Vai e Vem» para jovens e maiores de 65 anos. Moção apela também ao início dos trabalhos de estudo económico, de regulamento e prevê inclusão da totalidade dos portimonenses a médio prazo.

O PSD de Portimão vai apresentar na noite de hoje, segunda-feira, dia 27 de junho, na Assembleia Municipal de Portimão, uma proposta para o município começar a trabalhar nos moldes que permitam a oferta gratuita do transporte «Vai e Vem», em todo o concelho, para jovens e maiores de 65 anos.

A proposta do PSD apresenta «a seriedade da necessidade de existência do estudo financeiro de alocação de verba, quantificando o universo de portimonenses que possam ser capacitados de ser abrangidos nesta medida, em regulamento que deve ser construído, e ainda foca o objetivo a médio prazo de abranger a totalidade dos munícipes».

«Sabendo que há custos associados, dado que a bilhética ficaria a cargo do município de Portimão», o PSD aponta como exemplo «o município de Lisboa, que com uma dimensão de utilizadores sobejamente maior irá gastar, este ano, uma verba a rondar os 6 milhões de euros e nos próximos anos uma média de 15 milhões de euros», reforçando que Portimão «tem à disposição 26 milhões de euros de momento como se lê na informação escrita da presidente de Câmara para esta sessão de Assembleia Municipal de hoje».

Para o presidente do PSD Portimão, líder da bancada à Assembleia Municipal e 1º subscritor da moção, Carlos Gouveia Martins, «este é um dos passos a incluir para a educação para a Mobilidade em Portimão, tendo necessária preocupação com a transição energética e pela sustentabilidade que todos defendemos, é por todos e no sentido construtivo da política de oposição».

Para o responsável, este processo «é uma jornada contínua, porque o PSD entende ainda que, para além de jovens e maiores de 65 anos, o executivo camarário deve começar a estudar desde já a possibilidade de alargar a proposta de gratuitidade a pessoas desempregadas, com deficiência e a todos os jovens estudantes (Ensino Secundário e Ensino Superior Público, Universidade do Algarve, e privado, ISMAT) deslocados mesmo que não tenham residência fiscal em Portimão».

Carlos Gouveia Martins termina recordando que «temos apresentado várias propostas, umas acolhidas pelos outros partidos políticos, como o Pacto Municipal de Mobilidade Suave, e outras propostas que no nosso entender eram essenciais para melhorar o sistema de mobilidade no concelho. Aliás, nesta mesma sessão de hoje apresentaremos ainda duas outras recomendações para o Vai e Vem e não vamos deixar de trabalhar nesta área. É uma bandeira de todos que incorpora a sustentabilidade ambiental e uma cultura de melhoria na vida de todos, intergeracional, com maior integrabilidade de Portimão na vida dos portimonenses».

Para o PSD/Portimão, «a política deve ser regida pelo princípio das propostas que visam a melhoria da qualidade de vida de todos, propostas que apresentem provas cabais de cooperação com políticas do território sustentáveis e que olhem para a transição digital e ecológica de forma efetiva». Nesse sentido, o PSD espera «que a partir de 28 de junho Portimão comece a dar mais passos neste sentido em conjunto».