PCP assinala centenário no Algarve durante a próxima semana

  • Print Icon

O Partido Comunista Português (PCP) realiza um conjunto de ações por todo o país ao longo da próxima semana, assinalando a sua «história heróica» de 100 anos de luta e afirmando hoje o seu projeto de futuro.

Face à situação atual, marcada por graves problemas económicos e sociais e de saúde pública, em que a epidemia além dos seus efeitos diretos é aproveitada para promover retrocessos, para pôr em causa direitos políticos, económicos, sociais e culturais, afetando profundamente as condições de vida, o PCP não se cala, «fará ouvir a sua voz, fará do seu centenário uma jornada de luta, sobre os problemas com que os trabalhadores, o povo e o país se confrontam, de mobilização e exigência para a sua resolução, de defesa e afirmação dos seu ideal e projeto libertador».

A semana terá o seu momento culminante no sábado, dia em que se assinala o centenário da fundação do PCP, em 6 de março de 1921.

«100 anos, 100 ações»

No dia do seu centenário, a 6 de março, o PCP promove um conjunto de iniciativas por todo o país, sob o lema «Liberdade, Democracia, Socialismo – Pelos direitos, a melhoria das condições de vida e o progresso social. Contra a exploração e o empobrecimento».

Nessa data, o PCP «trará para a rua a denúncia dos problemas com que o País está confrontado e a exigência de uma política que responda aos problemas, aos anseios e reivindicações dos trabalhadores e do povo português, da alternativa patriótica e de esquerda, pela democracia avançada, pelo socialismo».

Num total de seis ações que terão lugar no Algarve, Vasco Cardoso, membro da Comissão Política do Comité Central, intervirá na Acão que se realiza em Faro às 15h00, no largo da Pontinha.

Outros dirigentes do PCP, membros da DORAL intervirão em ações semelhantes à mesma hora em Vila Real de Santo António (Paulo Neto), em Olhão (Filipe Parra), em Silves (Marco Jóia), em Portimão (Joana Sanches) e em Lagos (Celso Costa).

No âmbito das comemorações, o PCP realiza uma ação de contacto com os trabalhadores e a população a partir do dia 1 de março, que culminará na manhã do dia 6 com uma ação dirigida aos trabalhadores das empresas que nesse dia estarão a laborar.

Será distribuído um folheto em que o PCP reafirma o «compromisso de sempre como Partido dos trabalhadores, o Partido que está ao seu lado todos os dias e cujo projeto é indissociável dos seus interesses e aspirações a uma vida melhor, à libertação de todas as formas de exploração e opressão».

No dia 4 de março, quinta-feira, o «Avante!», órgão central do PCP, sairá com uma edição especial incluindo um suplemento dedicado ao percurso exemplar de 100 anos de luta do PCP e ao seu projeto exaltante que se projeta na atualidade e no futuro, e ainda um poster alusivo ao centenário do PCP. A venda desta edição especial do «Avante!» vai decorrer em todo o país.

De entre as muitas iniciativas que se realizarão ao longo da semana, destaca-se ainda a instalação de bandeiras do PCP em diversas localidades, pinturas de murais e colocação de faixas.