CMR Sul a meio-gás manda embora médicos especialistas

  • Print Icon

Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMR Sul), em São Brás de Alportel, apesar de funcionar a meio-gás manda embora médicos especialistas, denuncia hoje o deputado do PSD Cristóvão Norte.

O governo assumiu, aquando da integração do Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMR SUL) no Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA), que esta unidade estaria a funcionar em pleno até ao final de 2018.

Esse compromisso ficou por cumprir já que das 54 camas disponíveis, 18 estão encerradas, registando-se uma significativa lista de espera.

O Centro caracteriza-se por prestar, na sua área de influência (distritos de Beja e Faro), cuidados diferenciados de reabilitação a pessoas portadoras de grande limitação funcional, nos regimes de internamento, hospital de dia e ambulatório, com carácter intensivo.

Ora, na semana passada, segundo denuncia o deputado social-democrata Cristóvão Norte, o Conselho de Administração do CHUA decidiu transferir, pelo menos, uma médica especialista, provavelmente a pessoa com maior experiência naquela unidade, o que é revelador de que a intenção não é fortalecer o Centro, reocupar as camas e atender às necessidades imperiosas de muitos cidadãos, mas sim desguarnecer esta unidade. Na deliberação, relata-se que não há necessidade da profissional em causa e que a mesma pode ser cedida.

«Dá dó a todos que conhecem ou beneficiaram com o CMR SUL que se esteja a desperdiçar cuidados de saúde que salvam vidas, que dão esperança. Estas são patologias que têm uma janela terapêutica muito apertada. Quem tem sofre um AVC – Acidente Vascular Cerebral, por exemplo, não pode esperar meses por tratamento. Saúde adiada, saúde negada. Estas opções que são a ser tomadas podem abrir a porta à total desqualificação do CMR SUL, transformando-o num repositório de doentes urgentes dos hospitais do Algarve. Como se mandam embora médicos dizendo que não fazem falta quando a instituição está a trabalhar a meio-gás?», interroga o parlamentar.

Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve, Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos, vão confrontar o governo, em audição futura da Ministra da Saúde Marta Temido, sobre estes factos gravosos e a incapacidade de garantir o funcionamento do CMR SUL, bem como outras iniciativas em articulação com o vereador Bruno Sousa Costa da Câmara de São Brás do Alportel.