COVID-19: Evitar convívios na Páscoa é «absolutamente fundamental»

  • Print Icon

Mensagem deixada pelo Primeiro-ministro, António Costa.

O Primeiro-ministro, António Costa, apelou hoje, quinta-feira, dia 1 de abril, à não realização de convívios de Páscoa por parte dos portugueses, considerando que isso será «absolutamente fundamental» para evitar a propagação de casos de infeção COVID-19.

«Evitar os convívios com outras pessoas é absolutamente fundamental. O tradicional almoço de Páscoa deve ser mesmo evitado», disse António Costa, na conferência de imprensa realizada após o conselho de ministros.

O primeiro-ministro recordou que até ao final do dia 5 de abril se mantém em vigor a proibição de circulação entre concelhos. Após essa data, a medida será levantada.

O chefe de Governo salientou que estes momentos de convívio em que as pessoas se juntam à volta da mesa, e naturalmente sem máscara, «são focos de transmissão da doença».

«Renovo o apelo para que todos façamos o esforço de evitar que esta Páscoa possa ser uma Páscoa infeliz», desejou ainda o Primeiro-ministro.