Silves e UAlg renovam colaboração no projeto «MILAGE Aprender+»

  • Print Icon

Protocolo passa pela implementação do «Plano de inovação e promoção do sucesso escolar com as salas APRENDER+© Matemática» nos Agrupamentos de Escolas Silves e Silves Sul.

O município de Silves e a Universidade do Algarve (UAlg) renovaram o protocolo de colaboração no âmbito do Projeto «MILAGE Aprender+», traduzido na implementação do «Plano de inovação e promoção do sucesso escolar com as salas APRENDER+© Matemática» nos Agrupamentos de Escolas Silves e Silves Sul, no ano letivo 2021/2022.

Este é, assim, o segundo ano letivo em que os alunos do concelho de Silves têm acesso a este projeto que permite aos mesmos, através de uma app concebida para dispositivos móveis, acederem a conteúdos pedagógicos dentro e fora da sala de aula.

«Esta ferramenta de apoio inovadora, que está a merecer o interesse e a adesão de inúmeros municípios portugueses e de quatro países estrangeiros, facilita quer a aprendizagem dos alunos, no que respeita à resolução autónoma de fichas de exercícios, quer a gestão de tempo dos professores, atendendo a que não têm de resolver na sala de aula os exercícios que constam nas fichas integradas na plataforma», explica o município de Silves.

Por outro lado, «a implementação deste projeto permitirá aos alunos estudar num ambiente gamificado, onde são contemplados diferentes níveis de dificuldade de exercícios, possibilitando, assim, o apoio a alunos com maior dificuldade de aprendizagem e incluir também alunos que estejam num nível mais avançado».

A plataforma contempla, ainda, vídeos educacionais para a promoção de diferentes estilos de aprendizagem e para uma aprendizagem ativa centrada no aluno, possibilitando a resolução dos exercícios passo a passo.

Com a renovação deste protocolo, a autarquia e a Academia algarvia pretendem «manter a aposta na promoção do desenvolvimento qualitativo do sistema educativo, através da implementação de práticas pedagógicas inovadoras e de aprendizagem móvel, para que através de um trabalho em rede, realizado com os diferentes agentes educativos, se desenvolvam projetos mobilizadores e inovadores, ao serviço das aprendizagens dos alunos, fomentando assim, no seio da comunidade educativa, uma cultura de responsabilidade pelo sucesso escolar».