Mestrado Integrado em Medicina da UAlg vai ter mais vagas

  • Print Icon

Mestrado em Medicina da UAlg aumenta vagas com apoio da AMAL e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).

A Universidade do Algarve (UAlg), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) e os municípios do Algarve assinam, amanhã, quinta-feira, dia 8 de julho, às 15h00, no Grande Auditório do Campus de Gambelas, em Faro, o contrato-programa para o aumento de vagas de Medicina no Algarve.

Tendo em vista a concretização, reforço e alargamento do ensino de Medicina na região, a AMAL (Comunidade Intermunicipal do Algarve) realiza um investimento de 600 mil euros/ano em todas as todas as componentes da área da saúde na região do Algarve, designadamente equipamentos, pesquisa e desenvolvimento, respostas de serviços de saúde e formação superior e pós-graduada nesta área.

O aumento de vagas teve início em 2020/21 passando de 48 para 64 vagas , estando previsto atingir as 96 vagas em 2025/26, contribuindo, a longo prazo para a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde prestados na região, bem como captação e fixação de profissionais de saúde no Algarve.

Em simultâneo será lançado o Programa MD PhD, um programa conjunto entre a Universidade do Algarve e a Fundação Champalimaud que visa a formação da próxima geração de médicos-cientistas.

O programa, pioneiro em Portugal pela sua vertente de duplo diploma (MD + PhD), é desenhado com base nas melhores práticas ao nível internacional, providenciando aos estudantes a oportunidade de obter treino médico fundamental ao mesmo tempo que desenvolvem habilidades ao nível da investigação científica que lhe permitirão desenvolver-se enquanto clínicos-cientistas, fazendo a interface entre medicina e ciência.

O contrato-programa entre a UAlg, AD-ABC, Municípios do Algarve e MCTES será apresentado formalmente, no dia 8 de julho, pelas 15h00, pelo que se convida os jornalistas a estarem presentes na ocasião.