Galp investe na formação universitária de jovens de Alcoutim

  • Print Icon

GALP investe na formação universitária de sete jovens de Alcoutim com bolsa para licenciatura tem um valor anual de 850 euros durante três anos.

Alunos de mérito foram distinguidos numa cerimónia da EPIS – Empresários para a Inclusão Social, na sede da Galp, em Lisboa. A empresa, através da sua Fundação, distinguiu sete jovens universitários de Alcoutim com bolsas de estudo, reconhecendo o talento e o mérito académico individual ao mesmo tempo que contribui para a criação de fatores de sucesso no Ensino Superior.

Cada bolsa para licenciatura tem um valor anual de 850 euros, para um total de 2550 euros durante os três anos do ciclo de estudos, um apoio importante num contexto de dificuldades crescentes das famílias portuguesas com os encargos associados à educação.

«Na Galp, uma empresa multinacional com presença em três continentes, nunca esquecemos de onde vimos e quem somos; nunca perdemos de vista a responsabilidade na construção de uma sociedade mais solidária e sustentável nas comunidades em que nos encontramos», assinalou Teresa Abecasis, a COO da Galp Comercial.

A Galp foi a anfitriã da edição 2022 da cerimónia de entrega das Bolsas Sociais EPIS – Empresários para Inclusão Social, na qual se juntaram 35 empresas e doadores individuais para atribuir um número recorde de 163 bolsas sociais a jovens, escolas e organizações, num total de 340 mil euros em apoios à qualificação e à inclusão.

Responsável por cerca de 30 por cento do investimento total da EPIS em 2022 e por 40 das 163 bolsas atribuídas ao nível nacional, a Galp e a sua Fundação reforçam o compromisso no combate ao insucesso e abandono escolar em Portugal.

«Acreditamos que não há melhor investimento do que uma boa formação. Fazemo-lo dentro de casa, com os nossos trabalhadores, mas também fora de portas, apostando nos jovens e nos seus talentos e competências, porque só elas permitirão vencer desafios como a transição energética e a exigência de descarbonização», conclui Teresa Abecasis.

Os concelhos escolhidos pela Fundação Galp para a atribuição das suas 40 Bolsas, 24 de licenciatura e 16 de mestrado, tiveram como critério de seleção a localização de vários projetos-chave no ecossistema energético da Galp: na área das renováveis, como é o caso de Alcoutim, Odemira e Ourique que estão a receber projetos de energia solar; relacionados com investimentos em novas cadeias de valor do sector energético, como é o caso da instalação da unidade de conversão de lítio para baterias, em Setúbal, da joint venture Aurora; concelhos onde estão em curso processos de transformação e reconversão que farão destes concelhos polos de referência mundial nas áreas da inovação e das energias verdes; e, por fim, as regiões autónomas da Madeira e dos Açores num contributo para a coesão social e territorial do país.

Puderam candidatar-se alunos de todas as nacionalidades que tenham terminado o 12.º ano de escolaridade ou licenciatura com sucesso em 2021/2022 e que tenham residência nos concelhos de Alcoutim, Matosinhos, Odemira, Ourique, Santiago do Cacém, Setúbal e Sines, bem como nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Sobre a Galp A Galp é uma empresa de energia comprometida com o desenvolvimento de soluções eficientes e sustentáveis nas suas operações e nas ofertas integradas que disponibiliza aos seus clientes.

Criamos soluções simples, flexíveis e competitivas para as necessidades energéticas ou de mobilidade tanto de grandes indústrias e pequenas e médias empresas, como do consumidor individual.

A nossa oferta inclui várias formas de energia – da eletricidade produzida com fontes renováveis ao gás natural e aos combustíveis líquidos.

Como produtor, atuamos na extração de petróleo e gás natural a partir de reser- vatórios situados quilómetros abaixo da superfície marítima e somos igualmente um dos principais produtores Ibéricos de energia elétrica de base solar. Contribuímos para o desenvolvimento económico dos 10 países em que operamos e para o progresso social das comunidades que nos acolhem. Somos, por isso, líderes do nosso setor nos principais índices mundiais de sustentabilidade. A Galp emprega diretamente 6.360 pessoas.