Formação reúne conceituados especialistas neurocirúrgicos na UAlg

  • Print Icon

Sob o mote «Hands on course», iniciou-se hoje, na Faculdade de Medicina e Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve (UAlg), uma formação médica que integra o segundo curso de Otoendoscopia e o terceiro curso de Cirurgia Endoscópica Nasossinusal.

Dirigido a médicos internos ou especialistas de otorrinolaringologia que pretendam desenvolver competências nas técnicas nasais endoscópicas, esta formação, em regime e-learning e presencial, é também importante para médicos de otorrinolaringologia ou neurocirurgia que pretendam desenvolver uma colaboração multidisciplinar no tratamento endoscópico das doenças localizadas na base do crânio ou nas áreas neurocirúrgicas.

Organizado pelo Serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), pela Associação de Amigos de Otorrinolaringologia do Algarve (Otoalgarve) e pela Faculdade de Medicina e Ciências Biomédicas e da UAlg, o curso conta ainda com o apoio científico do Algarve Biomedical Center (ABC), da Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SPORL-CCP) e da multinacional Stryker.

Com a coordenação de Ilídio Gonçalves, diretor do serviço de Otorrinolaringologia do CHUA, e de César Anjo, assistente hospitalar de Otorrinolaringologia do CHUA, este curso vai reunir, durante três dias, alguns dos mais conceituados especialistas nacionais e estrangeiros, entre os quais Mário Andrea, professor catedrático jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; Serafin Sanches, diretor do serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Virgen Macarena de Sevilha; Miriam Hamdan, assistente hospitalar de Otorrinolaringologia de Barcelona; Pedro Montalvão, assistente hospitalar graduado de Otorrinolaringologia do IPO de Lisboa; Vítor Oliveira, assistente hospitalar do Centro Hospitalar Lisboa Norte; e Artur Lourenço, assistente hospitalar de Neurocirurgia do CHUA.

Tendo como objetivo a facilitação da aprendizagem efetiva das técnicas cirúrgicas mais atuais e o desenvolvimento de competências cirúrgicas, este curso permitirá a execução de técnicas por todos os participantes, que disporão de instrumental cirúrgico adequado e monitores com experiência, que os acompanharão durante o ensino tutorial.

A formação decorre até 7 de novembro.