Escolas do Algarve recolheram pilhas, lâmpadas e equipamentos usados

  • Print Icon

11ª edição da «Escola Electrão» envolveu 321 escolas de todo o país.

As 30 escolas do Algarve que participaram ativamente na 11ª edição da «Escola Electrão» recolheram 16 toneladas de pilhas, lâmpadas e equipamentos eléctricos usados.

Estas escolas conquistaram, globalmente, 1275 euros em cheques-prenda, que poderão ser trocados por novos equipamentos eléctricos.

Em termos globais, a nível nacional, foram recolhidas mais de 269 toneladas de pilhas, lâmpadas e equipamentos eléctricos usados no âmbito da campanha que decorreu entre setembro de 2021 e junho deste ano.

Esta campanha, promovida pelo Electrão e que sensibiliza para a necessidade de entregar os equipamentos eléctricos usados para reciclagem, permitiu recolher, mais concretamente, 8,5 toneladas de pilhas, 5,3 toneladas de lâmpadas e 255 toneladas de outros equipamentos eléctricos usados como torradeiras, telemóveis ou computadores.

«São resultados que representam um aumento face à edição anterior, relativa ao ano letivo de 2020/2021, em que foram recolhidas 262 toneladas», apontam os responsáveis.

A 11ª edição envolveu, no total, 321 escolas de norte a sul do país, incluindo Açores e Madeira. O número de escolas inscritas que participam ativamente «está a aumentar de ano para ano».

Nesta edição dois terços das escolas reuniram equipamentos suficientes para solicitar recolhas. Na edição de 2020/2021 apenas metade das escolas participou de forma ativa e no ano anterior só um terço conseguiu dar um contributo efetivo.

As escolas participantes vão receber um prémio em função da quantidade recolhida. Cada 10 quilos de pilhas, 10 quilos de lâmpadas e 100 quilos de equipamentos eléctricos usados vale um ponto. Cada escola recebe um cheque-prenda no valor de 75 euros por cada 10 pontos acumulados. Este ano, o valor global a atribuir ultrapassa os 24 mil euros em cheques-prenda.

«As quantidades de equipamentos recolhidos nas escolas têm aumentado gradualmente nos últimos anos, o que demonstra que esta é uma iniciativa vencedora que envolve toda a comunidade escolar neste desígnio da reciclagem», sublinha o diretor-geral adjunto do Electrão, Ricardo Furtado.

Ao longo das suas 11 edições, esta campanha já permitiu a recolha de mais de seis mil toneladas de resíduos nas escolas aderentes.