Escolas de Albufeira terão um «Prato Sustentável» no próximo ano letivo

  • Print Icon

Programa instaura a prática de um dia semanal de refeição de base vegetal.

O município de Albufeira e a Associação Vegetariana Portuguesa (AVP) assinaram hoje um protocolo de colaboração com o objetivo de promover a alimentação saudável e sustentável no concelho, através da implementação do programa «Prato Sustentável».

A iniciativa destina-se às escolas do pré-escolar e 1.º ciclo e arranca já no próximo ano letivo, tendo como objetivo a prática de um dia semanal de refeição de base vegetal para todos os alunos que frequentam estabelecimentos de ensino, cujas cantinas são da gestão da autarquia.

As refeições deverão, nesse sentindo, basear-se em proteína de origem vegetal e serem completamente isentas de ingredientes de origem animal. De igual forma, também estão previstas atividades de formação e de ação educativa no que respeita à melhoria da confeção das refeições de base vegetal.

Uma equipa de técnicos da Associação Vegetariana Portuguesa vai trabalhar conjuntamente com as cozinheiras das escolas e organizar três workshops com a comunidade escolar, com vista a informar, com dados comprovados, sobre a importância de uma alimentação mais sustentável, quer para o organismo humano, quer para o Planeta.

Para o efeito, estes responsáveis contam ainda com o apoio da Universidade de Aveiro e, mensalmente, será feito um relatório sobre esta experiência. Atualmente, as escolas de Albufeira já compreendem a possibilidade dos alunos escolherem a variante vegetariana na sua ementa escolar.

O programa apresenta como objetivos claros «a redução da pegada ecológica, bem como o estímulo da economia local através da aquisição de produtos frescos e de origem local».

A este propósito, José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, acrescenta ainda que «a prevista crise de produção e distribuição alimentar vai originar uma mudança nos hábitos alimentares, pelo que estou convicto de que será um projeto muito útil».

Segundo o autarca, estas são «ações que refletem aquela que é a nossa preocupação enquanto município para com os jovens do concelho e para o futuro de todos».

O presidente enfatiza que «o programa Prato Sustentável é uma mais-valia para o nosso concelho e vem mostrar aos mais novos o quão importante é esta questão da sustentabilidade alimentar, pretendo ainda melhorar a qualidade das refeições no concelho, promovendo a saúde pública e prevenção primária junto da população mais jovem no ambiente escolar».