Aljezur luta para ter Ensino Secundário no concelho

  • Print Icon

Câmara Municipal de Aljezur «luta» para que Ensino Secundário venha a ser uma realidade para o concelho.

Na reunião de Câmara de dia 10 de novembro, foi apresentada e aprovada por unanimidade, uma proposta para se iniciar o processo para criação do ensino secundário em Aljezur junto das entidades competentes, como a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares do Algarve.

Ao longo dos últimos anos letivos «temos vindo a assistir a um aumento consistente do número de alunos no Agrupamento de Escolas de Aljezur, numa tendência crescente, mas sustentada, que não coloca incapacidade de resposta, por enquanto», informa hoje a autarquia.

Não deixa, no entanto, «de ser uma situação a que devemos estar atentos, a evolução crescente do número de alunos desde a educação pré-escolar até ao 9º ano do ensino básico».

Assim, «dado que se torna necessário rever e atualizar a Carta Educativa, o conhecimento de uma realidade que tem vindo a alterar-se é fundamental, para projetar alterações ao que hoje temos em termos de equipamentos e aumento da sua capacidade, numa perspetiva de futuro».

Por outro lado, com a alteração da escolaridade obrigatória para 12 anos, o número de alunos do concelho de Aljezur a frequentar o ensino secundário nos dois Agrupamentos de Escolas de Lagos, também aumentou.

Feita a análise dos alunos transportados e inscritos nos dois Agrupamentos de Escolas de Lagos, entre os anos letivos 2016/2017 e 2019/2020, «registamos uma média anual de cerca de 116 alunos. Foram analisados ainda quais os cursos mais frequentados pelos alunos de Aljezur, tendo-se concluído que 63 por cento frequentam os Cursos Cientifico-Humanísticos e os restantes distribuem-se por 28 Cursos Técnico-Profissionais», informa ainda a Câmara Municipal de Aljezur.

Dentro dos cursos técnico-profissionais os cursos com mais procura, no total dos quatro anos analisados, são: Técnico de gestão (21), Técnico de apoio à infância, Técnico de turismo, Técnico de Gestão e Programação Informática (16), Técnico de Restaurante e Bar (15), Técnico Auxiliar de Saúde (14) e Técnico de Desporto (12).

Os restantes 21 cursos apresentam frequências abaixo de 7 alunos.

Atualmente «mais de 100 jovens do concelho fazem cerca de 70 quilómetros (Km) diariamente, saindo de casa pela manhã e regressando ao final de tarde/noite, esforço que é sobretudo pior para os que residem fora dos núcleos mais urbanos do concelho (situação que a Câmara apoia através de transporte da autarquia, que acresce ao transporte escolar no interior do concelho, hoje como sabemos, mais agravada com o momento de pandemia que vivemos)».

Por outro lado, «tem havido ao longo dos anos, um esforço de todos, alunos, famílias e autarquia, porque o número de alunos não nos permitia aspirar a ter no concelho este patamar».

No entanto, «perante uma nova realidade e acreditando que estes números se manterão estáveis e poderão mesmo aumentar, entendeu o executivo municipal que haverá condições para se dar início ao processo de preparação e negociação para que o Ensino Secundário seja uma realidade no concelho de Aljezur, trazendo para Aljezur, mais e melhor condições para os nossos jovens», conclui a autarquia em nota enviada ao barlavento.