Turismo do Algarve aposta em promoção flexível para enfrentar a crise

  • Print Icon

Turismo do Algarve aposta em promoção flexível para enfrentar contratempos da pandemia.

Perante o recente anúncio do cancelamento da Vakantiebeurs, a principal feira do setor do turismo que tem lugar nos Países Baixos e que este ano, pela segunda vez consecutiva, não se realiza por conta da pandemia, o Turismo do Algarve encontrou uma alternativa para manter o contacto com os agentes de viagem e operadores turísticos daquele que é um dos principais mercados emissores de turistas para a região.

Neste contexto, a Associação Turismo do Algarve (ATA), entidade responsável pela promoção turística do destino junto dos mercados externos, decidiu participar nos passados dias 25 e 26 de janeiro na ação «The Destinations B2B Event».

Esta iniciativa consistiu num evento online, organizado pela conceituada revista Travelution, direcionada aos profissionais da indústria de viagens dos Países Baixos e também da Bélgica.

Durante dois dias, os mais de 200 participantes inscritos tiveram a oportunidade de conhecer e obter as mais variadas informações sobre a oferta do Algarve.

Adicionalmente, a equipa da ATA conseguiu realizar cerca de 20 reuniões virtuais, que se revelaram úteis para fomentar o networking e para o estabelecimento de eventuais parcerias futuras com alguns operadores.

Sendo percepcionado, cada vez mais, como um destino com uma oferta abrangente, capaz de dar resposta a diferentes tipos de motivação durante todo o ano, o Algarve registou, por parte destes operadores, um interesse evidente em descobrir e aprofundar conhecimentos sobre a diversidade de experiências que o destino proporciona, especialmente no que diz respeito a viagens em família e propostas fora da época alta ligadas ao turismo de natureza e ao turismo ativo.

Uma procura que, sendo já característica do mercado holandês, ganhou ainda maior expressão com a pandemia, verificando-se uma apetência crescente dos turistas pelo contacto com a natureza e pela realização de atividades ao ar livre.

A imagem de confiança transmitida pelo Algarve no que diz respeito a higiene e segurança e à gestão pandémica foi outra das mais-valias mais apreciadas.

Além das reuniões estabelecidas, os participantes do evento foram igualmente convidados a participar num quiz online, para se habilitarem a integrar uma visita de familiarização ao Algarve, organizada pela ATA, com vista a dar a conhecer ao vivo a riqueza e a autenticidade das muitas propostas que o destino oferece a quem o visita.

«Infelizmente, a pandemia continua a trocar as voltas a todos os profissionais do turismo, exigindo de nós uma rápida capacidade de resposta e um enorme esforço de adaptação para encontrar alternativas. É sob esta premissa que a equipa do Turismo do Algarve tem estado a trabalhar nos dois últimos anos, o que nos obriga a apostar numa estratégia de promoção bastante flexível, que nos permita ir ao encontro dos interesses e das necessidades das empresas e dos agentes da região», refere João Fernandes, presidente deste organismo.

A participação da ATA neste evento foi feita à luz do projeto Internacionalizar +Algarve, que visa reforçar a notoriedade internacional da marca Algarve e a promoção conjunta de produtos turísticos que contribuam para atenuar a sazonalidade da procura.