Trotinetas elétricas chegam a Olhão com diferentes zonas de circulação

  • Print Icon

População de Olhão passa a ter ao dispor trotinetas da Superpedestrian, empresa originária dos Estados Unidos da América.

As trotinetas elétricas chegam a Olhão pelas mãos de um operador «que foi de encontro a diversos requisitos fundamentais» da Câmara Municipal, para implementar esta solução de mobilidade leve.

Desde logo, a existência de uma tecnologia que possibilitou a implementação de três zonas diferenciadas de circulação, que levam em conta as especificidades de cada zona da cidade e para as quais as trotinetas se encontram automaticamente programadas: uma zona no-riding, de circulação interdita, que compreende a Barreta, o Levante, a Rua do Comércio e os jardins da Avenida 5 de Outubro; uma zona slow-riding, que só permite circular a uma velocidade reduzida na área compreendida entre o Real Marina Hotel, a poente, a Avenida 16 de Junho, a nascente, e a Igreja Matriz, a norte, e, finalmente, no resto do casco urbano, uma zona de circulação a velocidade normal.

Segundo a autarquia, as novas trotinetas ao dispor dos cidadãos são «inteligentes, confortáveis, seguras e com baterias de longa duração, tornando qualquer deslocação na cidade ainda mais fácil e sustentável».

Para facilitar todo o processo, existem pontos de estacionamento em toda a cidade, que conferem uma maior agilidade ao processo de aluguer, uso e devolução das trotinetas.

Este serviço está disponível 24 horas por dia, sete dias por semana. Para aceder, basta ter mais de 18 anos, fazer download da aplicação Link na Apple Store ou na Google Play, ler o código QR da trotinete e iniciar a viagem.

«Para que a mobilidade em Olhão seja cada vez mais leve, ecológica, sustentável e divertida», o município apela ao «cumprimento das regras de segurança por parte dos utentes: uso de capacete, cumprimento das regras de trânsito e do código da estrada, concessão, sempre, de prioridade aos peões, estacionamento com civismo e circulação nas ciclovias, sempre que possível».