Solar Alvura é aposta finlandesa de turismo de saúde no barrocal algarvio

  • Print Icon

Médica especializada em obesidade escolheu o sul de Portugal para concretizar uma unidade hoteleira dedicada ao bem-estar.

Eva Orsmond escolheu Pés do Cerro, em Moncarapacho, em pleno barrocal algarvio, para instalar o Solar Alvura Health Hotel, uma pequena unidade inaugurada a 22 de junho, que promete ser «um local para recarregar energias».

Entre pomares de laranjeiras e amendoeiras e com uma vista para o mar, este projeto de turismo de saúde ambiciona proporcionar aos hóspedes um «retiro de saúde e bem-estar». A ideia surgiu há mais de 20 anos, aquando da fundação das suas clínicas na Irlanda, em Dublin e Galway, focadas na perda de peso e na reversão da diabetes tipo 2.

A médica finlandesa andou por França e Itália à procura do local ideal, mas foi no concelho de Olhão que se «apaixonou completamente», ao deparar-se com as ruínas de uma propriedade agrícola que remonta a 1868.

Solar Alvura - Eva Orsmond

Ao local bucólico junta-se a experiência da médica. «A maioria das pessoas tem bons resultados com planos prescritos, acompanhamento atento e seguimento nas consultas. O problema é que muitas pessoas também enfrentam grandes desafios pessoais, frustrações, ansiedade e precisam mesmo que todas as tentações lhes sejam retiradas. Sempre pensei que esse tipo de pacientes deve ter um sítio onde possa passar uma temporada, fora do seu contexto habitual, quase à parte do mundo. Procurei um local idílico, onde fosse possível comer de forma saudável, cozinhar, fazer exercício, relaxar, disponível ao longo de todo o ano e de forma imediata. Não queria organizar retiros apenas três vezes por ano, nem um hotel típico com álcool e qualquer tipo de comida à disposição. Portanto, percebi que a oferta que tinha em mente não existia e que teria de criá-la».

Cinco anos depois de uma requalificação total na propriedade, com a pandemia pelo meio, nasceu o Solar Alvura Health Hotel. São mais de quatro hectares de terreno, um edifício com 21 quartos, todos diferentes, ginásio, piscina exterior, piscina interior aquecida, spa, salas de tratamento, salão de beleza, tenda de ioga, um terraço para meditação, biblioteca e até um lagar de azeite.

«Este espaço nasceu para ser uma fonte de inspiração, livre de qualquer tipo de stress. É por isso que, mesmo que alguém decida vir sozinho, venha de onde vier, nós disponibilizamos transporte desde o Aeroporto de Faro, se assim o desejar. É um serviço que está incluído no pacote, porque quero que as pessoas estejam tranquilas desde o primeiro segundo em que decidem vir e aterram no Algarve. Para mim, a chegada ao destino da viagem sempre foi um momento de tensão e não quero que isso aconteça com os nossos hóspedes», admite.

À chegada ao hotel, o primeiro passo é uma avaliação inicial do estado de saúde da pessoa, feita por Eva Orsmond. Cormobilidades, alergias, intolerâncias alimentares são desde logo despistadas.

Solar Alvura

Durante a estadia, cada pessoa terá um plano personalizado a cumprir. Ainda assim, há uma agenda diária de atividades com horários definidos disponível para todos os hóspedes, independentemente do programa que estejam a seguir, desde caminhadas, excursões à praia, jogos de golfe e até aulas de culinária com os chefs do hotel, Edgar Pereira e Samuel Gabriel. São também eles os responsáveis por todas as refeições e pelas ementas específicas para cada hóspede.

Outro pormenor que caracteriza o Solar Alvura é o facto de ser proibido o consumo de bebidas alcoólicas. «Como é que poderia prescrever uma dieta a alguém que, em férias, estivesse, por exemplo, a conviver com uma garrafa de vinho em cima da mesa? Isso aqui não acontece. As noites são tranquilas e relaxantes, e temos momentos de descontração com mocktails [cocktails sem álcool]».

Em breve, haverá animais na propriedade e também uma horta de frescos. «Quero plantar os nossos legumes e adorava ter um burro», assegura Eva Orsmond.
Questionada sobre se o objetivo passa por replicar o Solar Alvura noutros locais, a médica responde que «este projeto é aquilo de que o turismo do Algarve precisa», na oferta de opções de turismo de saúde e vocacionado para o envelhecimento ativo e saudável.

Programas para todos, ou apenas relaxar

Um dia típico no Solar Alvura inclui todas as refeições, acesso ao spa, sessões de meditação e atividades várias. Está à disposição um programa de rejuvenescimento e outro para recuperar a forma física, ambos com estadia mínima de cinco noites.

O primeiro tem como objetivo eliminar maus hábitos e capacitar o hóspede para um estilo de visa saudável no dia a dia. Já o segundo, inclui um plano abrangente de atividades físicas, acesso a todos os serviços do hotel e uma avaliação diária.

Solar Alvura

Há também um programa curto, de três dias, desenhado para pessoas que já seguem uma alimentação saudável e hábitos desportivos diários, cuja alimentação não possui défice calórico.

Por fim, há ainda dois programas com estadia mínima de sete dias, criados para uma perda de peso rápida ou progressiva, que pode significar uma redução entre meio e cinco quilogramas. Todos são em regime tudo incluído.

«É uma nova tendência de férias, que se revela ainda mais importante depois do confinamento que atravessámos. Claro que as pessoas podem vir apenas para relaxar. Cada um define o seu objetivo», diz Eva Orsmond, médica e fundadora do novo hotel de saúde no barrocal algarvio.