RTA capacita agentes de animação turística a operar na Ria Formosa

  • Print Icon

Programa será gratuito mas agentes interessados têm de fazer inscrição prévia.

A Região de Turismo do Algarve (RTA) está a convidar os agentes de animação turística que operam na área do Parque Natural da Ria Formosa a participar numa ação de capacitação, que visa qualificar as empresas e profissionais do setor e sensibilizar para a importância daquela área para as atividades de turismo de natureza.

Denominada «Ecoturismo e o Parque Natural da Ria Formosa», a ação vai decorrer no dia 12 de maio e não terá encargos para os agentes de animação turística. Os lugares, no entanto, são limitados, e a participação obriga à prévia inscrição.

O programa tem início na sede do parque natural, na Quinta de Marim, em Olhão, onde os participantes vão poder explorar o percurso de interpretação da natureza do Centro de Educação Ambiental de Marim, cujos equipamentos de apoio foram renovados através de um investimento da RTA, e visitar a recém-inaugurada exposição «Ria Formosa», igualmente financiada pela entidade regional de turismo, que editou ainda um novo guia dedicado ao parque.

Segue-se um workshop sobre o «Programa Regional de Ecoturismo do Algarve», a desenvolver pela RTA com vista a garantir objetivos de sustentabilidade, nomeadamente a preservação das paisagens, a conservação da biodiversidade e dos ecossistemas naturais, a proximidade com as populações locais e a sua cultura e a articulação com produtores locais e outras atividades sustentáveis. A ocasião servirá ainda para recolher os contributos dos participantes para este plano, que irá promover e desenvolver a oferta ecoturística da região.

Haverá ainda tempo para uma saída de barco para a ilha da Culatra, com passagem pelo núcleo do Farol e visita ao núcleo da Culatra. É aí que os participantes vão conhecer o projeto «SuStowns», que promove um turismo sustentável e de qualidade, preservando as tradições locais e o património cultural.

Será ainda dada a conhecer a iniciativa «Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável», que pretende criar uma comunidade-piloto em energias renováveis, incluindo uma estação de recarga de barcos elétricos para transporte de passageiros, entre muitas outras ações.

A ação de capacitação termina com um percurso de barco pela Ria Formosa e a sensibilização dos participantes para a importância do reconhecimento de atividades de turismo de natureza e código de conduta dentro da área do parque natural, a cargo da Direção Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Algarve.