Portimonense começou bem mas permitiu reviravolta ao Moreirense

  • Print Icon

Portimonense chegou à 32ª jornada da Liga NOS a querer quebrar uma série que já somava quatro jogos sem vencer. Equipa algarvia entrou melhor, mas acabou por não ter capacidade para segurar a vantagem.

Com a motivação de deixar a manutenção praticamente arrumada, o Portimonense entrou em campo a pressionar o Moreirense nesta tarde de segunda-feira, dia 10 de maio.

A verdade é que os algarvios conseguiram mesmo adiantar-se no marcador relativamente cedo, ao minuto 20. Foi Fabrício, na conversão de uma grande penalidade, depois de uma falta de Conté sobre Aylton Boa Morte na grande área algarvia.

O Moreirense não se deixou ficar e respondeu apenas três minutos depois, mas Samuel Portugal respondeu com uma grande intervenção ao remate cruzado de André Luís.

O jogo caiu numa toada dividida e, ao minuto 44, quando já todos esperavam o intervalo, o Moreirense conseguiu chegar ao empate. Na sequência de um canto, Ferraresi cabeceou para o fundo das redes algarvias e restabeleceu a igualdade com que as equipas foram para o descanso.

No regresso dos balneários, logo ao minuto 49, um cruzamento de Fali Candé, desviado pelo moreirense Walterson, quase terminou no fundo das redes, mas Kewin fez uma bela defesa que evitou o prejuízo minhoto.

A verdade é que o Portimonense não mostrou a dinâmica de outros tempos e acabou mesmo por ceder o segundo golo ao Moreirense, aos 83 minutos. Conté cruzou a partir do flanco esquerdo do ataque minhoto e Gonçalo Franco, completamente solto na área, cabeceou para o segundo golo forasteiro.

Dois minutos depois, Franco ficou perto de bisar. Novamente Conté a cruzar e o jovem português, solto na área, atirou por cima.

Com este resultado, os alvinegros continuam com 34 pontos e ficam no 12º lugar, correndo ainda riscos na luta pela permanência. Na próxima ronda, o Portimonense desloca-se até ao Porto, onde defronta o Boavista, sábado, dia 15 de maio, às 15h30, numa partida decisiva para as aspirações algarvias.