Nem com mais um o Farense evitou nova derrota frente ao Feirense

  • Print Icon

Terceira derrota dos Leões de Faro no campeonato dá corpo a um início de competição desastroso. Após quatro jogos, algarvios somam apenas um ponto.

O público nas bancadas para assistir a este desafio da quarta jornada da Segunda Liga teve de esperar 10 minutos além da hora marcada para o início, num atraso motivado por problemas com as redes de ambas as balizas. O relvado, esse, voltou a apresentar-se em condições deploráveis para a prática futebolística, numa contrariedade que afeta, e de que maneira, a qualidade do futebol das equipas.

Com a bola a rolar (mal…), o Feirense chegou cedo ao golo, logo aos oito minutos. Após um cruzamento de Diga no flanco direito, Fábio Espinho apareceu sem marcação a cabecear para o fundo das redes.

Os Leões de Faro abanaram com o golpe e foram em busca da igualdade, que só não chegou ao minuto 28 porque o remate de Pedro Henrique esbarrou no poste direito da baliza dos forasteiros. No entanto a pressão algarvia foi tendo pouco efeito prático, uma vez que a defensiva do Feirense ia controlando as movimentações algarvias.

À passagem do minuto 42, o Farense viu-se a jogar em superioridade numérica depois da expulsão, por acumulação de amarelos, de Vargas. E já em período de compensação da primeira metade, Elvez Baldé obrigou o guardião feirense a uma defesa apertada, na sequência de um livre.

Farense Feirense
Fotografia: Nelson Ferreira

No regresso do descanso, Jorge Costa operou três alterações numa tentativa de melhorar a equipa da casa. Entraram Paollo Madeira, Madi Queta e Mayambela, para os lugares de Lucca, Vasco Lopes e Elves Baldé.

Mas a verdade é que mesmo a jogar com mais um elemento, o Farense mostrou muito pouca acutilância para colocar o Feirense em cheque. Uma exceção registou-se aos 80 minutos, com Mancha a cabecear para uma defesa apertada de Igor Rodrigues. Na sequência do pontapé de canto, pediu-se penálti por mão de um defesa dos forasteiros, mas o árbitro Luís Godinho mandou jogar.

Até ao fim, os comandados de Jorge Costa não mostraram ideias para derrubar a sólida muralha erigida pelos homens de Santa Maria da Feira, averbando a terceira derrota no campeonato em quatro jogos.

Na próxima jornada da Segunda Liga, o Farense desloca-se ao reduto do Académico de Viseu.