• Print Icon

Chuva forte que se fez sentir provocou estragos e inundações na cidade de Faro, durante a madrugada e manhã.

O município de Faro, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, informa que o concelho de Faro foi assolado por inundações devido à chuva forte que se fez sentir na manhã de hoje, dia 5 de dezembro, de forma mais intensa no período compreendido entre as 07h00 e as 08h00 horas em que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), choveu 19.1 mm apenas numa hora na cidade.

Como consequência deste fenómeno meteorológico adverso, foram registadas diversas ocorrências, com incidência na baixa de Faro, como inundações de vias; inundações de superfície (pisos térreos, garagens e terraços) e queda de fachada de uma casa devoluta no núcleo histórico Vila Adentro que apenas provocou danos materiais.

De registar que a Escola Joaquim Magalhães foi encerrada, por decisão da direção. Esta infraestrutura continua operacional, e assumiu a sustentação logística, através do fornecimento de alimentação aos operacionais dos Agentes de Proteção Civil e serviços do município empenhados nas operações de proteção e socorro em curso.

Nesta operação estão envolvidos 35 meios técnicos e 100 operacionais, dos diferentes Agentes de Proteção Civil, que além de uma força expressiva dos Bombeiros, conta ainda com técnicos e assistentes da Câmara Municipal de Faro e da FAGAR, coordenados pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, bem como das forças de segurança competentes, Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Púbica (PSP).

Está instalado desde as 08h00 horas no Quartel da Companhia de Sapadores Bombeiros de Faro, um Posto de Comando Operacional, que assegura o tratamento dos alertas recebidos através dos diversos canais, bem como o comando e controlo das forças empenhadas e a coordenação com as demais Entidades Cooperantes no âmbito do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro.

Neste posto de comando está ainda instalada uma célula de processamento de informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil de forma a assegurar uma articulação permanente com o Comando Regional do Algarve.

Considerando a multiplicidade de ocorrências em simultâneo, o concelho de Faro beneficiou de um reforço de equipas especializadas de âmbito regional, materializada pelos Corpos de Bombeiros de Albufeira, Lagoa, Lagos e Portimão, capacidade prevista nas medidas de antecipação operacional do Comando Regional de Emergência e Proteção Civil do Algarve.

De acordo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), mantém-se o alerta de Aviso Laranja até às 18h00 de segunda-feira com períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada e rajadas fortes.