João Fernandes reeleito presidente da Associação Turismo do Algarve

  • Print Icon

João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), foi reconduzido para um segundo mandato na liderança da Associação Turismo do Algarve (ATA).

As eleições para os novos órgãos sociais deste organismo decorreram ontem, quinta-feira, dia 2 de dezembro, e contaram com a participação de uma lista única «marcada pela representatividade dos vários agentes da indústria de turismo da região».

A acompanhar João Fernandes na presidência dos restantes órgãos da nova direção, que ficará em funções até 2024, estão a ACRAL – Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve, à frente da Assembleia Geral, e o Hotel Júpiter, à frente do Conselho Fiscal. A votação foi expressiva, com 90 votos a favor, um voto nulo e um voto em branco.

João Fernandes declarou estar «muito satisfeito com esta reeleição e com a oportunidade de, juntamente com os meus colegas de direção e com os profissionais da ATA, poder dar continuidade ao projeto que iniciámos em 2018 e que se tem mostrado vencedor, mesmo durante um dos períodos mais críticos que o setor do turismo já conheceu».

O responsável agora reeleito acredita que «os próximos anos continuarão a ser, certamente, tempos muito desafiantes e exigentes para o turismo do Algarve, mas tenho confiança que esta equipa irá saber manter o mesmo espírito combativo para continuar a ultrapassar obstáculos com sucesso, dedicação e muita criatividade».

Para a nova direção da ATA, «o futuro da promoção externa da região passa pelo reforço da aposta na diversidade da oferta da região e pela consolidação do reconhecimento internacional do Algarve como um destino turístico autêntico e de qualidade superior».

«O sucesso desta estratégia continuará a passar pelo envolvimento dos vários agentes do setor de turismo da região em torno deste objetivo comum, sendo assegurada uma cobertura territorial de toda a região através dos contributos de todas as empresas, do Sotavento ao Barlavento algarvio», explicam os responsáveis.