Geoparque Algarvensis envolve Cooperativa QRER

  • Print Icon

O aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira, a Geoparque Mundial da UNESCO, firmou um protocolo de financiamento entre as Câmaras Municipais daqueles concelhos e a Cooperativa QRER.

O objetivo é criar as condições necessárias à boa execução do projeto Algarve Craft & Food no seu território, no enquadramento da missão que visa promover a proteção, valorização e dinamização do património natural e cultural.

O projeto Algarve Craft & Food é liderado pela Região de Turismo do Algarve e junta também a associação Tertúlia Algarvia e a QRER – Cooperativa para o Desenvolvimento dos Territórios de Baixa Densidade, sendo mais uma proposta que visa combater os efeitos da sazonalidade na região.

As linhas de trabalho já se encontram definidas. O primeiro passo, já em execução, será atrair artesãos, produtores alimentares locais e outros players através de ações de apresentação. O segundo, passa pela sua capacitação.

Seguir-se-á a fase da criação e experiência, com uma residência criativa e um laboratório criativo para esses mesmos agentes que queiram aderir ao projeto.

O aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira e o Algarve Craft & Food partilham objetivos comuns e pretendem preservar e revitalizar práticas e costumes tradicionais.

É nesta fase em que deverão surgir os primeiros protótipos de novas peças de artesanato inspiradas na gastronomia algarvia. Estes protótipos serão desenvolvidos com o objetivo de gerar cinco novos produtos de artesanato regional.

Este projeto inclui a comercialização e depois de estabelecidas as parcerias serão então criados 10 novos programas de turismo criativo para o Algarve, no âmbito do projeto.

No final do projeto Algarve Craft & Food serão produzidos conteúdos digitais, físicos, vídeos promocionais e brochuras para uma campanha internacional e uma consultoria especializada em mercados e canais de distribuição, como os Estados Unidos da América, Canadá, Norte da Europa, Espanha e Portugal.

O Algarve Craft & Food envolve um investimento total de cerca de 725 mil euros, financiado a 70 por cento pelo CRESC Algarve 2020.

O cofinanciamento do aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira, via municípios, decorre da circunstância da sua área territorial reunir as condições ideais para a concretização deste projeto, tanto para os promotores envolvidos como para o seu ecossistema empreendedor residente nas áreas das artes e ofícios, agroalimentar e turismo cultural e criativo.