Futebol Clube de Ferreiras brilha no Circuito Nacional de Águas Abertas

  • Print Icon

Equipa de Albufeira conseguiu participar em quase todas as provas da época e atingir bons resultados finais nesta vertente da natação.

O Futebol Clube de Ferreiras terminou no dia 10 de outubro, domingo, a sua participação no XIV Circuito Nacional de Águas Abertas 2021, composto por 10 provas espalhadas por todo o território português.

A derradeira competição decorreu em Tomar, na Travessia dos Templários, tendo como palco a Praia Fluvial de Vila Nova, numa prova de 5000 metros.

A equipa de Albufeira contou com 11 atletas de escalões Jovens e Masters, que conseguiram todos cumprir com os requisitos mínimos para pontuarem para a classificação final.

O Futebol Clube de Ferreiras foi o clube, a nível nacional, com maior número de atletas a pontuar e ainda com maior número de medalhados do Circuito. Foi o apogeu de um ano em que a equipa se deslocou de norte a sul, participando em 9 das 10 provas possíveis do calendário, «um feito extraordinário» segundo os responsáveis do clube.

António Colaço, presidente do Futebol Clube de Ferreiras, revelou ao barlavento «grande satisfação, pois apesar de não andarmos nisto só pelos resultados, eles acrescentam algo».

Na hora de enaltecer as conquistas do seu clube, Colaço lembra «os custos que estas provas representam, que foram comportáveis com o apoio do município de Albufeira, a quem muito agradeço».

Quanto aos atletas, «superaram-se, foram exemplares, e os resultados estão à vista!», destaca o dirigente.

Futebol Clube de Ferreiras
António Colaço, Sónia Demétrio e Filipe Xufre Pereira

O grande destaque da comitiva algarvia em terras templárias (e no circuito) foi Marina Zaborskaya, atleta russa de 36 anos, há 17 em Portugal e a praticar esta modalidade de natação há quatro anos, no emblema albufeirense.

Agora, conquistou o título de Campeã Nacional Absoluta Feminina no Escalão Master, e ao barlavento deu conta da sua «satisfação enorme. Foi a primeira vez que me inscrevi neste circuito, onde é muito difícil completar todas as provas porque estão espalhadas por todo o país».

Isso, lembra a atleta, obriga a «encaixar o desporto na vida laboral e familiar. São muitos dias a acordar muito cedo para treinar. Outros dias a treinar à hora de almoço, na pausa do trabalho. É abdicar de tempo com a família, com os filhos», explica Marina, que não esconde, no entanto, a satisfação por estas vitórias: «acabam por ser uma recompensa por todas essas dificuldades que se vão superando. Agora o objetivo é continuar e melhorar os resultados».

Os atletas do emblema de Ferreiras, concelho de Albufeira, são orientados pelo treinador Filipe Xufre Pereira. O técnico congratula-se por comandar «a equipa mais medalhada a nível nacional no Circuito de Águas Abertas. Fizemos nove provas de norte a sul do país. O nosso atleta mais novo tem 14 anos, e o mais velho 72 anos. Obtivemos resultados prestigiantes, por escalão e na geral».

Quanto à discrepância de idades dentro do grupo, não representa qualquer problema. É que, segundo Filipe Pereira, «o nosso atleta de 72 anos é um fora de série, a nível físico, pessoal e na importância que tem no grupo. É um capitão de equipa, uma referência para todos».

Em jeito de balanço desta época que agora termina, «a minha primeira como treinador de equipa de Master», e com regresso marcado para abril de 2022, Filipe agradece ao clube «a oportunidade que me deu» e diz ser «muito gratificante alcançar estes resultados e ver todos os atletas a atingir os seus objetivos. O sucesso é de todos, mas principalmente deles».

Na próxima época, o objetivo desta seção do Futebol Clube de Ferreiras passa por «melhorar os resultados. Queremos mais, depois deste ano onde já tivemos vários indícios de evolução positiva», aponta Sónia Demétrio, vice-presidente do conjunto algarvio.

A responsável destaca «os laços criados nesta época atípica, que fortaleceu as relações entre todos os elementos da equipa e do clube, e que termina com um sentimento de dever cumprido».

É que, lembra Sónia Demétrio, «quando nos metemos nestas coisas é para crescer, ver resultados, mas também o convívio e a amizade que se criam entre todos».

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, também não deixou passar em claro a boa prestação do emblema do concelho.

Ao barlavento, disse que «é com enorme orgulho que em nome do município de Albufeira dou os parabéns aos atletas do Futebol Clube de Ferreiras que participaram no Circuito Nacional de Águas Abertas 2021, bem como à equipa técnica da secção de Natação e aos corpos socias do Clube, que têm desenvolvido um excelente trabalho em prol do desenvolvimento da modalidade».

Nas palavras do autarca, «o empenho e dedicação de todos contribuiu para que a equipa composta por onze atletas dos escalões Jovens e Masters conseguisse chegar à Final com o maior número de atletas e o maior número de medalhados do Circuito a nível nacional. Estão de parabéns todos os atletas, com destaque para a Marina Zaborskaya que se sagrou Campeã Nacional Absoluta Master Feminina, posicionando Albufeira nos lugares cimeiros da competição».

José Carlos Rolo garante que «o apoio aos Clubes e Associações Desportivas do Concelho é uma das prioridades do município, que para além das verbas atribuídas ao abrigo dos Contratos-Programa, sempre que possível e se justifique, colabora na organização de eventos desportivos através da atribuição de subsídios, logística e transportes».

Foi o caso deste Circuito Nacional de Águas Abertas, que integrou dez provas realizadas em diversos pontos do País, «o que implicou várias deslocações da equipa que contou com o apoio imprescindível da autarquia, que cedeu os transportes».

Classificação final dos medalhados do FC Ferreiras:

Marina Zaborskaya 1° lugar no Escalão Master C e 1° lugar na Geral;
Carolina Biletska – 2° lugar no Escalão 14-15 anos;
Joana Cristóvão – 1° lugar no Escalão Master D;
Cláudia Duarte – 2°  lugar no escalão Escalão Master A;;
André Viola – 1° lugar no Escalão Master B;
Antonio Batista – 1° lugar no Escalão Master J