Forum Algarve juntou crianças e youtubers em evento pioneiro

  • Print Icon

Forum Play decorreu durante julho e desafiou os mais jovens a gravarem um vídeo para o youtube. Como prémio pela criatividade, os melhores tiveram direito a conversar, entrevistar e até dançar com os seus ídolos do mundo digital.

Miguel Monteiro, Beatriz Marques, Ângela Costa e António Ramos são talvez nomes que passem despercebidos pelo público.

No entanto, se falarmos em Pi, Sonha com a Bia, Angie e D4rkFrame, poucas (leia-se raras) são as crianças e jovens que não os conhecem.

Todos eles são youtubers, filmam-se a si próprios em vídeos que fazem as delícias de milhares de seguidores. Alguns têm um ritmo frenético e quase todos os dias publicam na Internet.

Falam sobre jogos de computador, viagens, dicas de moda, contam histórias, tudo para agarrar atenção do público. O Forum Algarve, em Faro, trouxe estes quatro youtubers ao centro comercial e deu a oportunidade a seis jovens de os poderem conhecer, fazer perguntas, filmar juntos e até dançar.

Sérgio Santos, diretor do Forum Algarve, explicou ao «barlavento» que «a ideia estava a ser planeada há um ano pela nossa equipa. Queríamos um evento pioneiro no mercado porque é isso que nos move. O mundo digital faz parte das nossas vidas e os jovens hoje nascem já inseridos nele. Quisemos integrar o online e dinamizá-lo de forma offline».

Assim, durante as três primeiras semanas de julho, dezenas de jovens e crianças gravaram vídeos na Praça Central do Forum Algarve, onde puseram a sua imaginação à prova. Depois de publicados na rede social facebook, os que tiveram mais gostos ganharam dois prémios: um encontro no palco com um dos maiores youtubers portugueses e uma câmara GoPro HERO 7, que permite fotografar e filmar até debaixo de água.

Bia, Mariana Teixeira, Catarina Cunha e Pi.

Foi o caso de Catarina Cunha, de 19 anos, e de Mariana Teixeira de 11, que conheceram os youtubers Pi e Sonha com a Bia, na tarde de sábado, dia 6 de julho.

«Pedi a todos os meus amigos que me ajudassem a ter esta oportunidade. Já tenho um canal no youtube e estou a estudar comunicação, por isso o meu objetivo era o de lhes perguntar como tudo começou e como chegaram até aqui», revelou Catarina ao «barlavento».

Já Mariana afirmou que foi o esforço da mãe nas redes sociais que lhe permitiu ser uma das vencedoras.

No sábado seguinte, dia 13, os sortudos foram Rita Hilário e Simão Martins, ambos com 12 anos e com um ídolo em comum: Angie. Os três subiram ao palco e animaram centenas de pessoas presentes.

«No vídeo que gravei fiz a minha apresentação a cantar, acho que foi isso que me fez ganhar e destacar-me dos outros concorrentes. Esforcei-me ao máximo porque o meu objetivo era conhecer a Angie. Ainda não sei se quero ser youtuber no futuro, mas é uma opção em que penso», contou Rita.

Já Simão tem a decisão bem tomada: «tenho um canal no youtube onde publico e é isso que quero continuar a fazer. Participei neste concurso porque a Angie é a minha youtuber favorita e quero perguntar-lhe se é uma profissão difícil em Portugal», disse o jovem.

Rita Hilário, Simão Martins e Angie.

Por fim, no sábado dia 20, o Forum Algarve contou com a presença de D4rkFrame, onde uma enorme audiência de crianças e jovens o esperavam. Guilherme Ferreira, de 10 anos, e Mafalda Palma, de 8 anos, foram os vencedores da tarde.

«O D4rkFrame é o meu preferido e participei no concurso porque queria conhecê-lo. Tenho a certeza absoluta que quero ser youtuber e já tenho um canal. Edito os vídeos com uma aplicação no meu telemóvel e vejo vários tutoriais para aprender. Eu quero ter esta profissão porque quero conhecer outros meninos da minha idade e quero ter uma vida um pouco diferente das outras pessoas», explicou o jovem Guilherme.

Por outro lado, Mafalda ainda não sabe bem o que quer para o futuro, a única certeza é que tem de estar relacionado com o mundo das artes. «Nem acredito que estou aqui. Estou muito nervosa porque eu gosto muito dos youtubers portugueses e estou sempre a ver os vídeos deles. Sou muito criativa e o D4rk também é, por isso é que me identifico com ele e esforcei-me para o conhecer».

Além dos seis vencedores, todos os fãs que estiveram presentes em cada um dos sábados, tiveram a oportunidade de tirar uma foto e pedir um autógrafo aos ícones do mundo digital.

Para o diretor do centro comercial, feitas as contas, «o balanço é positivo e foi uma boa surpresa. Pela primeira vez foi criado um evento com uma interação destas e é sempre um desafio ser pioneiro. Estamos a acompanhar as diferenças no mundo e as diferentes formas de se estar nele».

Apesar de não ter revelado se o Forum Play seria algo para continuar, Sérgio deu a certeza que «eventos que unam o offline com o online são para manter. Se voltar a decorrer o Forum Play dou a garantia que será melhor e com mais complementos. De qualquer maneira, este ano, ainda vamos apresentar novidades nos nossos eventos que unem a cultura e o divertimento».

«Tornar-me youtuber foi a melhor decisão da minha vida»

Para uns é considerada uma profissão, para outros apenas um hobby, mas a verdade é que ser youtuber, ou criador de conteúdos, gera dinheiro, fama e uma legião de seguidores.

Razões que levam muitos jovens a criarem canais na plataforma digital e a quererem seguir os passos dos mais bem sucedidos na área. «Ainda hoje foi apresentado um estudo que revelou que 31 por cento dos jovens desejam ser yotubers. Isto marca uma forma de estar diferente. Estamos num mundo diferente e o digital faz parte das nossas vidas», contou Sérgio Santos, diretor do Forum Algarve, ao «barlavento», depois do Forum Play, um evento que juntou alguns dos melhores youtubers nacionais com os seus fãs.

Mas com milhões de vídeos publicados na plataforma, como é que se marca a diferença? Segundo Ângela Costa, mais conhecida por Angie, que soma quase 350 mil seguidores no Youtube «o mais importante é sermos nós próprios e genuínos. Uma das receitas para o sucesso é conseguirmos transmitir que o nosso conteúdo é verdadeiro. Ter bons equipamentos é secundário porque se o vídeo for genial, a pessoa vai estar colada na mesma», explicou ao «barlavento».

Já para António Ramos, ou D4rkFrame para os seus quase cinco milhões de seguidores, o truque é «fazer o que mais ninguém faz e procurar sempre por coisas novas».

Para os que querem seguir a carreira de criador de conteúdos, ambos deixam uma mensagem: «primeiro foquem-se na escola, depois é preciso ter consciência que nada é repentino, é um processo e uma jornada longa. O melhor é que nos podemos divertir com o que fazemos», referiu António.

Por outro lado, Ângela chamou a atenção para as críticas: «sei que muitas pessoas não arriscam porque têm receio que haja comentários negativos. Não se podem importar com isso. Arrisquem e lembrem-se que todos começámos do zero e todos temos críticas».

Quanto à iniciativa Forum Play, os dois jovens são da mesma opinião: «deviam existir mais iniciativas assim. O concurso é muito importante para quem quiser iniciar a sua carreira no digital. Além disso, mostramos a nossa cultura aos locais, o que é sempre bom».

Para o futuro, Ângela pretende continuar a publicar vídeos. «O youtube é o meu trabalho. Nunca me imaginei com uma profissão de escritório, sempre soube que ia fazer algo diferente. Estou muito feliz com o que tenho feito e ter-me tornado youtuber foi a melhor decisão da minha vida».

Também António revelou ao «barlavento» que tem as mesmas perspetivas: «quero fazer isto até me reformar e mesmo quando me reformar imagino-me a gravar e publicar vídeos com 80 anos».