Farense colocou o líder Sporting em sentido mas não evitou derrota

  • Print Icon

De portas fechadas, depois de António Costa ter sentenciado o fecho dos estádios ao público até à próxima época, o São Luís recebeu mais um jogo grande, desta feita frente ao líder Sporting, a contar para a jornada 27 da Liga NOS. Algarvios voltaram a mostrar bom futebol, mas, mais uma vez, perderam os três pontos.

Os adeptos, no entanto, não deixaram de prestar o seu apoio às equipas: tanto farenses como sportinguistas mostraram estar ao lado das respetivas equipas, pelas ruas de Faro.

Em campo, foi mesmo o Farense a entrar muito pressionante, com o 11 base de Jorge Costa, causando algum desconforto ao Sporting. Os leões de Faro desmontaram bem o esquema lisboeta e foram, durante muito tempo, empurrando o líder do campeonato para trás.

Mas, ao minuto 35, na sequência de um canto, Coates completamente sozinho cabeceou para uma defesa magnífica de Beto. Novo canto no minuto seguinte e, aí, o desfecho foi diferente. Após um corte algarvio, Nuno Mendes cruzou para a área, Paulinho ganhou de cabeça e, na sobra, Pote rematou sem hipóteses para o guardião farense.

O Farense não desanimou com a contrariedade e continuou a pressionar o Sporting. E, ao minuto 45, momento polémico. Tomás Tavares caiu, depois de uma disputa com Matheus Reis, e os anfitriões pediram pénalti. Hugo Miguel ouviu o VAR e acabou por mandar seguir e o resultado não sofreu alterações até ao descanso.

Farense Sporting
Foto: Nelson Ferreira

Os comandados de Jorge Costa voltaram a entrar por cima na etapa complementar e, aos 53 minutos, Pedro Henrique surgiu na cara de Adán com tudo para o golo, mas permitiu uma enorme defesa ao keeper espanhol do Sporting.

Quatro minutos depois, Beto não quis ficar atrás do seu colega de profissão e negou o golo a Paulinho com uma defesa do outro mundo, depois de um bom trabalho de João Mário. Que jogo este, no São Luís.

A incerteza no resultado pairou durante toda a segunda parte e o Farense chegou mesmo a introduzir a bola na baliza leonina, aos 82 minutos. Foi Miguel Bandarra, assistido por Mansilla, mas o avançado argentino estava fora de jogo antes da oferenda ao algarvio.

Até ao fim, os homens da capital algarvia tentaram por todos os meios desmontar a teia defensiva leonina mas não conseguiram evitar mais uma derrota.

Com este resultado, o Farense fica na 17ª posição, com 22 pontos, e pode acabar a jornada na última posição, caso o Nacional vença o Futebol Clube do Porto. Na próxima jornada, o conjunto algarvio defronta, fora, o Paços de Ferreira, terça-feira, dia 20 de abril, às 20h00.