Exposição «Memória – Totalitarismo na Europa» chega a Faro

  • Print Icon

Depois de passar por várias cidades europeias e norte-americanas, a exposição «Totalitarismo na Europa» chega a Faro.

O Instituto +Liberdade trouxe pela primeira vez para Portugal a exposição «Memória – Totalitarismo na Europa», em parceria com a «Plataforma Memory and Conscience» da Comissão Europeia.

Esta exposição já esteve em 19 países europeus, e tem como intuito educar e informar as novas gerações sobre o trágico passado totalitário da Europa e sobre a importância de defender os direitos humanos fundamentais, as liberdades e garantias individuais, bem como os valores democráticos na sociedade.

Retrata os principais regimes opressivos e sangrentos da Europa durante o século XX, incluindo nazismo, fascismo e comunismo, através de painéis informativos e visuais.

O objetivo máximo é promover uma melhor compreensão e integração entre todos os cidadãos europeus e ajudar a prevenir a recorrência de qualquer forma de regime não democrático no futuro.

Assim, promove a consciencialização pública perante as consequências dos regimes totalitários. É uma forma de relembrar o passado, para prevenir o futuro.

A mostra já esteve no Porto (Palácio de Cristal e Casa do Vinho Verde), Universidade de Coimbra e Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

Agora está exposta no centro da cidade de Faro, no Largo de Manuel Teixeira Gomes, n.º2, numa parceria com uma Guest House que disponibilizou o espaço.

Querem os promotores «educar e informar o melhor que conseguirmos as novas gerações sobre o trágico passado totalitário da Europa e sobre a importância de defender os direitos humanos fundamentais, as liberdades e garantias individuais, bem como os valores democráticos na sociedade».

Em Faro, poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 14 às 19 horas e ao sábado das 10 às 13h30. Depois da passagem pela capital algarvia, deverá seguir para Braga e Aveiro.

Sobre o Instituto +Liberdade

O Instituto +Liberdade, fundado em 12 fevereiro de 2021, é uma organização sem fins lucrativos de cariz liberal, cuja missão é transmitir conhecimento sobre os principais pilares de uma sociedade livre baseada na liberdade individual, na liberdade política e na economia de mercado. Persegue o objetivo de melhorar a literacia financeira e económica no país e dedica-se ao estudo de políticas públicas e à disponibilização de conhecimento e informação que permitam perceber melhor o seu alcance.

Sobre a Plataforma da Memória e Consciência Europeia

A Plataforma é uma organização não governamental internacional, criada em 2011 em Praga, por 20 membros de Estados da União Europeia, cujo propósito é aumentar a consciência pública sobre a história europeia e os crimes cometidos por regimes totalitários e encorajar uma ampla discussão a nível europeu sobre as causas e consequências do regime totalitário.