CDU arrasa decisão de cancelar a Feira da Praia em VRSA

  • Print Icon

Comunistas tecem duras críticas e acusam o executivo municipal de ter desistido de Vila Real de Santo António (VRSA).

A Coligação Democrática Unitária (CDU) emitiu, na sexta-feira, dia 10 de setembro, um comunicado onde tece duras críticas à decisão da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António de cancelar a edição deste ano da Feira da Praia, tornada pública durante o dia de ontem.

«Ao tomar conhecimento de que o atual executivo PSD na Câmara Municipal pretende não realizar este ano a tradicional Feira da Praia, que decorreria entre os dias 9 e 13 de outubro», a CDU considera esta «uma decisão errada, desfasada do ciclo de reabertura (embora tardio) das atividades económicas, culturais, escolares e desportivas que está em curso».

Segundo a concelhia, esta é «uma má decisão que pode e deve ser corrigida como exigem as populações e os comerciantes do concelho».

O que se impõe, segundo esta força política, «não é a suspensão das atividades como a secular Feira da Praia, mas a criação das condições sanitárias para que a mesma se realize, tal como outras atividades essenciais ao relançamento económico do concelho e ao bem-estar e saúde das populações. Esta Feira representa, no calendário do comércio e da promoção turística do concelho, a oportunidade de criar condições par sustentar muitos dos dias difíceis do resto do ano».

A decisão do executivo municipal revela, para a CDU, «uma atitude de quem desistiu de Vila Real de Santo António. Uma força política que ao fim de 16 anos a governar o município acaba o mandato dessa forma, com os seus vereadores em debandada, a não quererem assumir o compromisso até ao fim do mandato, não merece continuar na presidência».

Por isso, «é cada vez mais claro que é preciso Recuperar VRSA e que só a CDU está em condições de o fazer», rematam os responsáveis locais da coligação.