• Print Icon

25 de Abril é celebrado um pouco por toda a região na segunda-feira. O barlavento preparou um roteiro para celebrar a liberdade!

A efeméride ganha particular importância numa altura em que a guerra na Ucrânia ameaça as democracias europeias e recorda a herança dos regimes totalitários e opressores.

Albufeira

O programa reserva algumas surpresas como a conferência «Revolução de Abril no Algarve», com o Coronel José Castelo Glória Alves e o Coronel Carlos Leal Branco, duas figuras das forças militares que viveram de perto o fim do Estado Novo.

Será na sexta-feira, dia 22, às 15 horas, no Arquivo Histórico Municipal. No dia 23, às 9h00, acontece a «Caminhada no Algarvensis – PR4 ABF: Percurso Planalto Escarpão», com ponto de encontro no Estádio João Campos, em Paderne.

Na noite de 24 de abril, domingo, às 21h30, decorrerá no Auditório Municipal de Albufeira um espetáculo musical com Luís Trigacheiro, que tem entrada livre. O Dia de Liberdade arranca com uma cerimónia de reconhecimento e homenagem aos profissionais da «linha da frente» no combate à COVID-19 do concelho, às 9h45, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O desporto também marca lugar na agenda, com a realização do VI Duatlo 25 de Abril, organizado pelo Futebol Clube de Ferreiras, às 11h00, no Estádio da Nora. Às 20h00, há «Caminhadas ao Luar», cujo ponto de encontro é o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Albufeira. A Junta de Freguesia de Albufeira e Olhos de Água também preparou um momento de animação com início às 12h30, no Jardim de Vale Faro, com música a cargo da Banda Almalusa e de Nuno Balbino, com atividades para toda a família.

Alcoutim

A vila raiana acolhe no sábado, dia 23, às 22 horas, o concerto «Simplesmente Abril», pelo Grupo Jacarandá, que terá lugar no Espaço Guadiana. Já no dia 25, arranca às 11h30 a Feira de São Marcos, no Pereiro, com animação a cargo de «Música no Seu Tempo» e «Ban’Dalila», depois das cerimónias solenes.

Aljezur

As celebrações arrancam logo às 9h00, com um Torneio de Petanca e Sueca no Espaço Multiusos da vila. Às 10 horas, quem quiser pode juntar-se à marcha/passeio que terá partida junto à Câmara Municipal. Às 10h30 estão marcadas as sessões solenes, que culminam na atuação da Banda Filarmónica dos Bombeiros Voluntários de Aljezur, junto ao edifício da autarquia. O município promove ainda um conjunto de iniciativas desportivas e lúdicas com a Juventude Aljezurense, como um passeio de cicloturismo. Os participantes terão direito à oferta de um almoço volante e será promovido um momento de convívio, com animação musical por parte dos artistas locais Telma e Esmeraldino.

Castro Marim

A efeméride assinala-se com uma Arruada da Banda Musical Castromarinense, que a partir das 8h30 e até às 18h00 percorre todo o concelho. Também por várias localidades passará a iniciativa «Música na Praça» – às 9h30, Nádia Catarro atua na Praça 1º de Maio, em Castro Marim; às 11h30, será a vez de Zé Francisco interpretar «Cantigas de Abril» na Casa de Odeleite; Joana Lennon e Tiago Lopes dão música ao Largo de Santa Bárbara, no Azinhal, estando o encerramento das celebrações a cargo de André Ramos e Teresa Nunes, às 17 horas, na Avenida 24 de Junho, em Altura. Os espetáculos também serão transmitidos no Facebook oficial da autarquia.

Faro

Na capital algarvia, o Teatro das Figuras acolhe no domingo, dia 24, a atuação de vários artistas locais, numa festa com entrada livre promovida pela Assembleia Municipal.

Às 17h30, sobe ao palco o Grupo de Danças Venezuelanas, seguindo-se o Grupo de Teatro Lethes, o Coral Feminino «Outras Vozes» e, por fim, a Orquestra Clássica do Sul. Já pela noite, às 21h30, o Jardim Manuel Bivar recebe o concerto «Cantam autores». No dia 25, o executivo farense fará um périplo por várias obras no concelho: às 15h00 inaugura a rotunda de Homenagem ao Motoclube de Faro, junto ao Vale das Almas; às 16h00, a visita será às obras de requalificação da sede dos 11 Esperanças, enquanto às 17h00 a paragem será nas obras de recuperação dos balneários do Ginásio Clube Naval de Faro.

Aqui, será também feita uma distinção aos atletas de alta competição daquela coletividade. A União dos Sindicatos do Algarve, como é hábito, levará a cabo duas ações: a 24 de abril, às 21h30, decorre o momento cultural «Cantar Abril» no Largo de São Pedro; já no dia 25, às 15h30, acontece um desfile entre o Coreto do Jardim Manuel Bivar e o Largo de São Pedro, com discursos dos representantes das diversas entidades organizadores ligadas a vários sindicatos e movimentos democráticos.

Lagoa

No dia 24 de abril, domingo, às 22 horas, realiza-se o concerto «Cantores Improváveis de Abril», no Auditório Carlos do Carmo, que junta a Orquestra de Sopros do Algarve com o Maestro João Rocha, contando com as participações de João Reis, Carla Pontes, Beto Kalulu, Ricardo Sousa e Ondina Santos.

Já no dia 25, à meia-noite, haverá o Hastear da Bandeira ao som do Hino Nacional. Às 00h10 será servido bolo para assinalar o 48º Aniversário do 25 de Abril de 1974. As celebrações encerram no dia 11 de maio com a realização da 7ª Assembleia Municipal Jovem, às 14h00.

Lagos

A visita guiada «O 25 de Abril em Lagos», marcada para as 11h00 do Dia da Liberdade, passará por locais associados às operações militares ocorridas na cidade, no curso da Revolução do Cravos, bem como noutros espaços evocativos da nova realidade democrática.

O almoço comemorativo regressa este ano à programação, na Adega da Marina, podendo os interessados adquirir a sua senha, no valor de 10 euros, nas juntas de freguesia ou no Centro Cultural de Lagos. As celebrações terminam às 16 horas, no Centro Cultural de Lagos, com o concerto «Pela Santa Liberdade» de Afonso Dias. Os bilhetes estão à venda na receção do Centro Cultural ou online através da Ticketline. A acompanhar as comemorações, o estacionamento na frente ribeirinha será gratuito durante o feriado.

Loulé

No maior concelho do Algarve, o destaque da programação será a inauguração da obra de reabilitação do edifício do antigo Atlético Sporting Clube, que passará a acolher a Casa da Cultura de Loulé, às 17 horas do Dia da Liberdade.

Este imóvel, localizado na Rua 5 de Outubro (conhecida como Rua das Lojas), foi alvo de uma requalificação para criar mais um espaço vocacionado para a fruição cultural, a par da presença desta associação que nasceu da efervescência do pós-25 de Abril.

Antes, às 10h30, no Cineteatro Louletano, a Assembleia Municipal de Loulé promove uma sessão comemorativa da Revolução, liderada pelo jornalista Carlos Albino, personalidade que esteve diretamente ligada ao desenrolar dos acontecimentos de 1974.

A sessão contará ainda com intervenções de Vítor Aleixo, Carlos Silva Gomes e dos representantes dos partidos com assento parlamentar. Os discursos serão intercalados por apontamentos musicais protagonizados pelo Grupo Music Kid e por elementos do Coro de Câmara e Coro das Seis do Conservatório de Música de Loulé. As comemorações dos 48 anos da Revolução dos Cravos encerram no mesmo dia com «Cantigas de Maio», também no Cineteatro Louletano, às 21h00, num espetáculo em estreia nacional, onde o contrabaixista Bernardo Moreira faz uma homenagem a autores que marcaram a história social, política e cultural do país, como José Afonso, Fausto Bordalo Dias, Vitorino Salomé, Sérgio Godinho, José Mário Branco, entre outros.

Olhão

Em Quelfes haverá música de intervenção na sede do Grupo Etnográfico, na sexta-feira, dia 22 de abril, às 21h30, enquanto que na mesma data, na Junta de Freguesia de Pechão, é inaugurada a exposição de pintura «Re-encontros» de Susy Constantino.

O concerto «Vozes de Abril» com Domingos Caetano, Inês Graça e Afonso Dias, terá lugar na noite de sábado, dia 23 de abril, às 21h30, no Auditório Municipal de Olhão. É o ponto alto do programa olhanense para celebrar a liberdade e a democracia.

No domingo, dia 24 de abril, a partir das 21h30, realiza-se um sarau cultural no Clube Oriental de Pechão. Na segunda-feira haverá «Pechão em Festa pela Liberdade», às 10h45, sendo feita às 12h00, na Rua 25 de Abril, uma homenagem aos antifascistas locais. O Museu Municipal de Olhão – Edifício do Compromisso Marítimo tem prevista uma mostra de trabalhos resultantes de várias oficinas promovidas naquele espaço ao longo deste mês. A inauguração será às 9h45.

Portimão

Pela primeira vez desde que se comemora a Revolução dos Cravos, as cerimónias oficiais que em Portimão evocam o 25 de Abril de 1974 terão lugar no edifício da antiga Lota, alvo de uma profunda requalificação camarária e que volta a estar ao serviço da comunidade a partir desta data, com inauguração marcada para as 10h30. Antes, às 9h30, será inaugurado na Rua Teófilo Braga o mural de pintura com a imagem oficial das comemorações, criado pela ilustradora portimonense Jéssica Martins.

Outro dos momentos altos será o concerto protagonizado por Janita Salomé a partir das 21h30 de domingo, 24 de abril, na zona ribeirinha de Portimão, com entrada livre. Na segunda-feira, dia 25, arranca, às 10 horas, a 16ª edição da Corrida da Liberdade, com início junto ao coreto da zona ribeirinha, numa prova inserida no calendário regional da Associação de Atletismo do Algarve. As inscrições devem ser feitas até às 17h00 de 22 de abril, sexta-feira, por telefone (289824946) ou por e-mail (aaalgarve@mail.telepac.pt).

São Brás de Alportel

A vila celebra o Dia da Liberdade a partir das 10 horas, na Junta de Freguesia de São Brás de Alportel. Do programa consta uma homenagem aos trabalhadores, «obreiros da democracia», segundo o município são-brasense. Durante a manhã, a partir das 10 horas, Afonso Dias interpreta «Pela Santa Liberdade», uma viagem «da ditadura à democracia pelo olhar dos poetas e dos cantores».

Silves

Os 48 anos da liberdade serão assinalados com um programa especial. No sábado, 23 de abril, às 15 horas, a Biblioteca Municipal recebe uma sessão de Música para Bebés e Crianças e, mais tarde, às 18h00, o recital «Pela santa Liberdade» de Afonso Dias. O dia termina com o concerto «A substância do tempo», por Luís Galrito e António Hilário, no Teatro Mascarenhas Gregório, às 21h30. Um dos pontos altos será o concerto «A Herança do Andarilho», que traz a Silves a banda rock UHF, no domingo, dia 24 de abril, às 21h30, numa homenagem a Zeca Afonso.

Para segunda-feira, está marcada a peça de teatro «Qual a cor da Liberdade», pelo Teatro Independente de Loures, às 15h30, no Teatro Mascarenhas Gregório.

Tavira

As comemorações da efeméride coincidem com o regresso da VIII Mostra da Primavera, que levará à baixa da cidade (Rua do Cais, Jardim do Coreto, das Palmeiras e Mercado da Ribeira), entre os dias 22 e 25 de abril, uma centena de expositores e 60 stands com produtos tradicionais e artesanato característicos do concelho e da região, juntamente com várias atuações e momentos musicais ao longo dos dias. Destaque para os concertos que decorrerão nas quatro datas de evento: na sexta-feira, dia 22, atua às 21h30, a banda Adiafa, no Mercado da Ribeira.

No sábado, dia 23, o mesmo espaço receberá, no mesmo horário, um concerto com o aclamado músico português Samuel Úria. O Mercado da Ribeira será palco para uma atuação de Sebastião Antunes & Quadrilha no domingo, 24 de abril, também às 21h30, enquanto que no Dia da Liberdade, às 17h00, o espaço recebe o concerto «Abril em Branco – Tributo a José Mário Branco», um momento que contará com os músicos Mito Mendes, JP Simões e Filipe Valentim.

Vila Real de Santo António

O jardim da Avenida da República recebe no dia 25, às 17 horas, a mesa redonda «Vamos falar de Abril. A construção de um Portugal Contemporâneo», numa iniciativa que irá reunir quatro jovens para debater os seus pontos de vista e perspetivas sobre a revolução de Abril. Já pela noite, às 21h30, a Praça Marquês de Pombal é palco de um concerto da formação «Os Intencionais».

Originalmente intitulados «Henrique&Silva», estes dois jovens de Vila Real de Santo António homenageiam no seu projeto musical o poeta António Aleixo, depois de, em novembro de 2021, terem assinado um contrato com a Sony Music Portugal para o lançamento do seu primeiro disco de originais. Fortemente influenciados pela música popular portuguesa e brasileira, revisitam o cancioneiro popular português com um novo toque pop.