Luís Costa segundo classificado no contrarrelógio da Taça do Mundo

  • Print Icon

Luís Costa garantiu para Portugal a medalha de prata no contrarrelógio de classe H5 da prova da Taça do Mundo de Paraciclismo, que ontem se iniciou no Quebec, Canadá.

O corredor paralímpico português foi um dos 12 participantes na corrida de 17,6 quilómetros para a classe H5, uma prova que se revelou muito equilibrada, com os seis primeiros separados por menos de um minuto, segundo informou a União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo.

A vitória pertenceu ao francês Loic Vergnaud, que cumpriu o percurso em 27’57’’17.

Luís Costa, com um desempenho constante – já era o segundo mais rápido no ponto intermédio – ocupou a posição imediata, a 44,78 segundos do vencedor.

O terceiro, a 53,33 segundos foi o estadunidense Alfredo de los Santos.

O bom resultado de Luís Costa deu um tom de felicidade ao dia da comitiva portuguesa, que tem vivido dias atribulados no Canadá, devido a parte da bagagem estar perdida.

Devido a este problema, Flávio Pacheco não pôde participar ontem no contrarrelógio de classe H4, uma vez que a sua handbike continua perdida.

Hoje prevê-se a participação de Bernardo Vieira, no contrarrelógio de classe C1, e de Telmo Pinão, no exercício individual de classe C2.

No entanto, a bicicleta de Telmo Pinão ainda não foi entregue ao corredor português, também estando perdida.