Joana Schenker termina circuito de bodyboard no TOP5 mundial

  • Print Icon

Joana Schenker sagrou-se vice-campeã na última prova, o que lhe valeu entrada no TOP5 do ranking mundial de bodyboard.

Foi depois da etapa da 26ª edição do Sintra Portugal Pro, que terminou este domingo, dia 11 de setembro, na Praia Grande, com Joana Schenker a mostrar-se protagonista com as cores nacionais ao sagrar-se vice-campeã da prova em Open Feminino, que a atleta terminou o Circuito Mundial IBC 2022 como TOP5 mundial.

A algarvia começou por bater a nipónica Namika Yamashita nos quartos de final, o que valeu a primeira passagem às meias-finais no Mundial que terminou em Portugal, seguindo-se depois a vitória sobre Isabela Sousa, a nova campeã do mundo.

Joana Schenker sagrou-se vice-campeã na última prova, o que lhe valeu entrada no TOP5 do ranking mundial de bodyboard.

Numa final realizada com condições extremas, com uma ondulação a cair muito em relação aos dias transatos, Schenker, que liderou o heat quase na totalidade, foi ultrapassada por Sari Ohhara nos derradeiros minutos, terminando o embate com 8,75 pontos face aos 10,65 da bodyboarder asiática, que pela terceira edição consecutiva venceu o Sintra Pro.

No final, a campeã do mundo de 2017, mesmo ano em que também venceu na Praia Grande, não escondeu alguma frustração com o desfecho da final.

Joana Schenker sagrou-se vice-campeã na última prova, o que lhe valeu entrada no TOP5 do ranking mundial de bodyboard.

«Este campeonato era pela vitória no próprio campeonato e não pelo ranking, que já está seguro e com o título entregue. Fiquei a 90 por cento do objetivo, mas estou contente de qualquer forma, ainda mais neste campeonato sempre tão difícil. E a Sari não brinca aqui. Ela é, normalmente, a mais forte do Mundial neste tipo de condições e sabia que qualquer oportunidade que ela tivesse ia capitalizar. Estou contente porque é a primeira final do ano, mas, admito que soube a pouco».