Decisões e consagrações marcam o Rallye Casinos do Algarve 2019

  • Print Icon

São 47 os concorrentes que irão enfrentar as estradas do Barlavento algarvio.

Estão 47 viaturas inscritas para a edição de 2019 do Rallye Casinos do Algarve.

O destaque vai para a luta a quatro pelo título de Campeão Português de Ralis, entre Ricardo Teodósio, a jogar em casa, Bruno Magalhães, Armindo Araújo e José Pedro Fontes.

O piloto algarvio segue à frente na tabela classificativa, sendo que será automaticamente campeão se vencer a prova ou ficar em segundo lugar.

Para animar à festa, estarão também presentes habitués no campeonato como Pedro Meireles (VW Polo GTI R5) ou Pedro Almeida (Skoda Fabia R5), havendo também visitantes bastantes especiais como é o caso dos madeirenses Alexandre Camacho e Pedro Paixão, ambos em Skoda Fabia R5 ou de Carlos Martins em Citroen C3 R5.

Ainda nos carros da categoria máxima admitida, há a destacar também a presença do espanhol Robert Blach Jr. (Citroen DS3 R5), que tenta aqui chegar à vitória no FIA Iberian Rally Trophy e do irlandês Pauric Duffy (Ford Fiesta R5) que volta à prova dois anos depois da estreia no Algarve.

Falando ainda no FIA Iberian Rally Trophy, de referir que José Merceano e Adruzilo Lopes irão lutar pela vitória na categoria ERT2, marcada também pelo regresso de Vítor Teodósio a provas do Campeonato Português de Ralis (embora não possa pontuar por o seu Mitsubishi Evolution X estar com a especificação R4) e com a visita do espanhol Carlos Rodriguez.

Nas duas rodas motrizes, Gil Antunes já assegurou o título nacional mas não quererá deixar créditos por mãos alheias.

O Rallye Casinos do Algarve decide também quem será o vencedor do Campeonato Português de Clássicos de Ralis, com a disputa a ser entre Pedro Leone (Ford Escort Cosworth) e Luís Mota (Mitsubishi Lancer), tendo a companhia de Vítor Calisto (Ford Escort Mk1) e do antigo campeão norte- irlandês de Clássicos, Richard Hall (Ford Escort RS 1800).

Quanto ao Campeonato Sul de Ralis, este será um momento de consagração para Márcio Marreiros, Face à ausência dos seus concorrentes nesta prova.

O piloto portimonense, que celebrará aqui o sexto título neste campeonato, deverá enfrentar a oposição de João Bica e Ricardo Filipe, havendo também a curiosidade para ver o que fazem duas viaturas em estreia, o BMW M3 de Manuel Pinto e o Peugeot 106 Kit-Car de Paulo Santos.

A prova vai para a estrada no dia 1 de novembro, com os concorrentes a fazerem o shakedown e qualifying stage na zona de Porches no início da manhã para depois terem a partida oficial às 14h30, saindo do recinto da FATACIL em Lagoa, onde estará também localizado o Parque de Assistência, para irem enfrentar duas pasagens pelos troços de Portimão e Chilrão, culminado o dia com a super-especial noturna de Lagos, este ano equipada com ecrâs gigantes na área de maior público para poderem seguir todas as incidências do percurso.

No segundo dia, 2 de novembro, serão percorridos as classificativas de Nave Redonda e Monchique também por duas vezes, com a parte competitiva a terminar no coração de Portimão, com a super-especial Cidade Europeia do Desporto 2019.

Como habitualmente, o pódio será junto ao Hotel Algarve Casino na Praia da Rocha. De notar que o Rallye Casinos do Algarve será o primeiro rali do Campeonato Português a receber o selo de Ecoevento, neste caso atribuído pela Algar.

Esta é uma prova organizada pelo Clube Automóvel do Algarve (CAAL), sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, e conta com os apoios da Solverde Casinos e Hotéis e dos Municípios de Lagoa, Lagos, Monchique e Portimão.