«Uma Mulher não Chora» junta vozes femininas em Tavira

  • Print Icon

No âmbito da programação do «Verão em Tavira» realiza-se, no sábado, dia 07 de agosto, às 22 horas, no Parque do Palácio da Galeria, o projeto de Renato Júnior «Uma Mulher não Chora».

O músico, produtor e compositor junta, no mesmo palco, algumas das melhores vozes femininas da atualidade, neste caso, Ana Bacalhau, Joana Amendoeira, Rita Redshoes, Viviane, Patrícia Antunes, Patrícia Silveira, Sofia Escobar e Luanda Cozetti.

Renato Júnior e os seus músicos materializam em palco o álbum «Uma Mulher Não Chora» que lançou no final do ano passado.

Entre as canções que compôs para este disco e a visita (com arranjos próprios) a alguns temas dos repertórios de cada uma das cantoras, este concerto torna-se único na sua orgânica e apresenta uma dinâmica que não deixa ninguém indiferente.

Durante cerca de hora e meia, as cantoras convidadas desfilam em palco, entrando no universo musical de Renato Júnior, imprimindo, cada uma delas, a sua impressão digital à música do compositor. A partilha é feita, igualmente, em sentido contrário, ou seja, alguns dos temas mais emblemáticos de cada uma das cantoras é trazido para o mundo de Renato Júnior e interpretado com arranjos únicos.

Uma homenagem à verdadeira condição de ser Mulher, no século XXI.

Os ingressos custam 10 euros. Nos espetáculos com valor de ingresso, as crianças pagam a partir da idade autorizada (6 anos).

 

Há bilheteiras na Praça da República que funciona diariamente, entre as 20h00 e as 23h00 e também no Largo frente ao Palácio da Galeria que abre apenas nos dias dos espetáculos, entre as 20h00 e as 23h00. Também é possível adquirir os bilhetes no Palácio da Galeria de terça-feira a sábado, entre as 10h30 e as 18h45.

A lotação máxima dos espaços reduzida de acordo com as normas da Direção-Geral de Saúde (DGS) e os planos de contingências criados para o efeito. É obrigatória a aquisição prévia de ingressos. É obrigatório usar máscara e cumprir as regras de segurança definidas.

Não é obrigatória a apresentação de teste à COVID-19, nem certificado digital, dado que o recinto é ao livre e com capacidade inferior a 1000 lugares.

Conheça toda a programação

Apesar dos atuais constrangimentos resultantes da COVID-19, o Município decidiu organizar mais uma edição do programa cultural «Verão em Tavira».

Residentes e visitantes terão a oportunidade de, durante o mês de agosto e início de setembro, assistir a inúmeros espetáculos, a preços acessíveis e/ou gratuitos, no Parque e Pátio do Palácio da Galeria, no estrito cumprimento dos Planos de Contingência e das normas aprovadas pela Direção Geral de Saúde (DGS) para este tipo de recintos, ao ar livre, com distanciamento social, em plena colina genética da cidade.

Até 05 de setembro, o «Verão em Tavira» apresenta uma programação cultural diversificada, multidisciplinar, numa perspetiva de inclusão de artistas locais, regionais e nacionais e de valorização da cultura portuguesa.

O Jazz no Palácio continua a integrar a programação de verão. Segue-se, no dia 24 de agosto, Maria João & Carlos Bica Quartet que partilham canções do mundo. No dia seguinte, o projeto Mano a Mano com os irmãos e guitarristas André e Bruno Santos.

A nível local, sobem ao palco, no Parque do Palácio, também pelas 22h00, os projetos Osmose (dia 05 de agosto), Fado Tropical e convidados, Poetas Cantados (dia 06 de agosto), GIGGY e 4 Soul (dia 19 de agosto) e, ainda, a Banda Musical de Tavira (26 de agosto).

No dia 11 de agosto, no mesmo local e hora, a Escola de dança D’ Dance Company, sedeada em Tavira, apresenta o espetáculo «Contra Luz».

No âmbito do Dia Internacional da Juventude, 12 de agosto, Fernando Daniel, um dos artistas pop mais relevantes da atualidade, atua, pelas 22h00, no Parque do Palácio, onde dá a conhecer o seu mais recente álbum «Presente».

A Orquestra de Jazz do Algarve, um projeto idealizado por Hugo Alves, marca presença, no dia 13 de agosto, pelas 22h00, no Parque do Palácio da Galeria.

Capitão Fausto é uma das bandas do panorama musical português que está, em Tavira, no dia 14 de agosto, pelas 22h00.

Também o pianista Pedro Burmester protagoniza um dos momentos musicais deste programa, no dia 18 de agosto, também às 22h00.

Carlão, vocalista e letrista consagrado da música urbana da atualidade, continua na estrada, desta vez, no dia 21 de agosto, pelas 22h00, no Parque do Palácio. «Um concerto direcionado não apenas para os pés, mas também para a cabeça, a energia é constante e a entrega total e desprendida».

No dia 27 de agosto, também no Parque do Palácio da Galeria e no mesmo horário, sobe ao palco o projeto Miramar com Frankie Chavez e Peixe.

Embora tenham experiências distintas estes dois artistas estão unidos pelo seu trabalho com a guitarra. Ao vivo apresentam-se com imagens manipuladas em tempo real – Memorabilia – uma seleção de filmes de arquivo feita pelo realizador Jorge Quintela.

The Black Mamba, representante de Portugal no Festival da Eurovisão 2021, na Holanda, está, no dia 28 de agosto, às 22h00, no Parque do Palácio da Galeria.

A banda alcançou o 12º lugar na grande final e recebeu elogios vindos de todo o mundo, incluindo artistas como Skin (vocalista dos Skunk Anansie) e publicações como New York Times. Pedro Tatanka, Ciro Cruz e Miguel Casais percorrem o universo do blues, soul e funk.

Em setembro, no fim de semana em que acontecia a Feira da Dieta Mediterrânica, o fado está em destaque com o concerto de Fábia Rebordão, no dia 02, e de Sara Correia, no dia 04, ambos pelas 22h00, no Parque do Palácio da Galeria.

Tempo ainda para assistir às Galas de Fado, promovidas pela associação Fado com História. No dia 20 de agosto, atuam Raquel Peters, Sara Gonçalves e Teresa Viola. Já, no dia 03 de setembro, a noite é dos fadistas Aurora Gonçalves, Márcio Gonçalves, Sara Minhalma e Sandra Pacheco.

Os Amor Electro, uma das principais bandas da atualidade da música moderna portuguesa, fecha a programação do «Verão em Tavira» com um concerto, no dia 05 de setembro, pelas 22h00, no Parque do Palácio da Galeria.

No Museu Municipal de Tavira é possível visitar, de terça-feira a sábado, entre as 9h15 16h30, as exposições A ARTE QUE É – II de Pedro Portugal e «Dieta Mediterrânica, Património Cultural Milenar», ambas no Palácio da Galeria. Já, no Núcleo Islâmico, encontra-se patente a nova exposição «De Triana a Tavira. Cerâmicas sevilhanas dos seculos XIV a XVII», assim como «Tavira Islâmica».

Numa iniciativa do Museu Zer0 é possível conhecer, na Ermida de São Roque, de 03 a 19 de agosto, a exposição «S(o)al» dos artistas Miguel Carvalhais e Pedro Tudela, assim como assistir ao trabalho de Luís Conceição e Flow Productions, de 19 de agosto a 11 de setembro.

«S(o)al» explora elementos da geofonia e antropofonia do sal — os sons da sua génese, produção e uso — e recorre ao próprio sal, enquanto elemento visual, plástico e escultórico, para a construção de um espaço imersivo.

Numa exploração entre a arte analógica e arte digital, em contexto de espaço religioso, o Museu Zer0 apresenta uma performance ao vivo do pianista Luís Conceição, tendo como fundo imagem digital, num ecrã onde se projetam as próprias histórias que inspiraram o músico a produzir as suas obras. São apresentadas quatro obras, uma das quais criada, especificamente, para o Museu Zer0 e em estreia, neste momento, Movimento, Aliança Submersa, Reflexos e Caminhada.

Mais informação sobre estas exposições e os horários aqui.

Durante este período, regressam as feiras de artesanato, no jardim das palmeiras, às sextas, sábados e domingos, a partir das 18h00, numa organização das associações ASTA, Almadrava e Albacora com o apoio do município de Tavira.

A edição deste ano do «Verão em Tavira» pretende garantir a regularidade da programação e representa um investimento da autarquia na economia e cultura, através da contratação de inúmeros serviços e do apoio aos projetos artísticos de âmbito local, regional e nacional.