Sandra Ramos apresenta «Transparências» poéticas na Ilha de Faro

  • Print Icon

Em «Transparências», a nova coletânea poética de Sandra Ramos são «transversais os temas da passagem do tempo, da perda, da memória e do amor».

A apresentação pública de «Transparências», a mais recente coletânea poética da autora Sandra Ramos, será realizada no Elementos (Ilha de Faro), no sábado, dia 15 de janeiro, às 16 horas.

A obra, editado pela Epopeia Books, será apresentada por Dora Valéria, presidente da direção da delegação Faro/ Loulé da Cruz Vermelha.

É algures entre os dias dedicados ao trabalho, à profissão, filhos, ao lar e aos amigos que nasceram estas «Transparências», uma coletânea de poemas escritos, na sua maioria, «sem vagar, nas curtas pausas que a falta de tempo nos impõe», e ainda «nas longas noites em que o sono, muitas vezes, pelos mais variados motivos, teimou em chegar».

Nas palavras da prefacionista Ana Sofia Lopes, aos textos de Sandra Ramos são transversais os temas da passagem do tempo, da perda, da memória e do amor, nas múltiplas formas que esse se pode manifestar.

Recorde-se que Sandra Ramos tivera já editado, em 2017, «Ilusão», também coletânea poética.

«Transparências» conta com o Design Editorial de Sara Martins e Luís Caracinha, e com a fotografia de Karolina Dunets e Rebeca Fernandes.