Presépio de Albufeira recria quotidiano hebraico de há 2000 anos

  • Print Icon

Integrado no programa Albufeira Natal, o Largo Engenheiro Duarte Pacheco foi transformado numa aldeia presépio com mais de 2000 anos.

Trata-se da Aldeia Presépio, uma recriação da rotina do quotidiano hebraico, com os seus lavores e costumes, conforme seriam aquando do nascimento de Jesus Cristo.

Nesta Aldeia Natal circunscrita cenograficamente num só espaço, é possível apreciar o labor ao vivo de alguns ofícios de época, gastronomia e algumas peripécias entre hebreus e romanos.

Esta representação está a cargo da companhia Almanach, a qual refere que a «moldura cenográfica» é a de «um povo ainda seminómada, militarmente subjugado pelo poderoso Império Romano, vivendo alguma forçada submissão apesar do enlevo com que algumas elites aderiram ao fausto da pujante civilização latina. Neste cenário, o nascimento de Jesus com as já tradicionais relíquias de cadinhos folclóricos num despojamento fantasioso da veracidade apesar do rigor e apuro históricos na ambientação geral».

Os oito atores que dão vida a este imaginário revezam-se nas atividades de Aldeia, mas Maria e José são sempre figuras presentes. Lá se encontra a manjedoura, o calor da tradição e da esperança, personificados no Menino Jesus.

A Aldeia Natal estará em Albufeira até ao dia 24, com horário entre as 14h00 e 21h00, exceto no dia 24, que abre às 10h00 e encerra cerca das 12h00.

A Magia também passa pelos factos da História, pelo que este é, sem dúvida, um bom motivo para dar um passeio em família pela chamada baixa da cidade, diz a Câmara Municipal de Albufeira.