• Print Icon

Orquestra Clássica do Sul dá concerto na Igreja Matriz de Alcantarilha. Entrada é livre mas sujeita à lotação da sala.

A Igreja Matriz de Alcantarilha será palco, no dia 26 de fevereiro, às 19h00, para o Ciclo de Música de Câmara «Surpresas e Travessuras», pela Orquestra Clássica do Sul (OCS), num momento promovido pelo município de Silves onde serão apresentadas obras de R. Strauss, L. Spohr e P. D. Q. Bach.

Segundo a organização, «entre personagens malandras e atrevidas, passando pela divertida recriação de compositores célebres, é um concerto que nos remete para a folia e a fantasia das máscaras carnavalescas com notas de irreverência, provocação e humor».

Orquestra Clássica do Sul dá concerto na Igreja Matriz de Alcantarilha. Entrada é livre mas sujeita à lotação da sala.

O Agrupamento de Música de Câmara da Orquestra Clássica do Sul é constituído por Luís Miguel Garcia (flauta), David Fresquet (oboé), Rui Travasso (clarinete), Joaquim Moita (fagote), Todd Sheldrick (trompa), Emil Chitakov (violino), Ângela Silva (viola), Mikhail Shumov (violoncelo) e Luzia Vieira (contrabaixo).

A entrada é livre mas sujeita à limitação da sala, tendo em conta as orientações da Direção-Geral de Saúde. O concerto destina-se a maiores de seis anos.