Obra do poeta e ficcionista José Dias Sancho vai ser reeditada

  • Print Icon

O município de São Brás de Alportel e a Universidade do Algarve formalizaram esta segunda-feira, 11 de janeiro, um acordo de parceria que tem como objetivo valorizar e reeditar a obra de José Dias Sancho, ilustre poeta e ficcionista são-brasense, que faleceu neste dia há 92 anos.

A parceria foi formalizada na Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro que marcou com este momento especial no início do ano em que celebra 20 anos de atividade contínua ao serviço da comunidade, na defesa da cultura e dos autores são-brasenses.

O acordo foi assinado pelo reitor da Universidade do Algarve, Paulo Águas e pelo presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro, num breve momento testemunhado por José Uva, sobrinho neto de José Dias Sancho, em representação da família deste ilustre e talentoso são-brasense que faleceu muito precocemente, deixando à sua breve mais intensa passagem pela vida, uma obra valiosa, que em muito se encontra ainda por descobrir e valorizar.

A parceria ora formalizada tem na sua génese o trabalho de investigação que a professora da Universidade do Algarve, Sílvia Quinteiro, tem vindo a desenvolver ao nível nas múltiplas possibilidades de interseção entre as áreas científicas da Literatura e do Turismo.

Sílvia Quinteiro considera ser de elevado interesse o estudo e divulgação da obra de José Dias Sancho, através de uma edição atualizada da obra deste autor são-brasense, de modo a que esta esteja acessível ao público em geral, assim como a professores, estudantes e investigadores.

Uma ideia partilhada pelo Município de São Brás de Alportel que já em 2004, havia assinalado os 75 anos da sua morte com um programa de iniciativa que teve por objetivo estimular o interesse sobre a sua obra, e que com este acordo de parceria se compromete a publicar a edição atualizada pela Universidade do Algarve, composta por um conjunto de seis livros, de diversos matizes, dos contos às conferências, da crítica satírica à poesia e dos romances aos esparsos.

O acordo prevê que os seis livros estejam publicados até ao final de 2024, estando para breve a publicação do primeiro volume.