Museu de Portimão expõe «Aquarius» de Brigitte von Humboldt

  • Print Icon

A mostra da artista alemã que vive e trabalha em Lagos inaugura a 6 de julho, sábado, às 18 horas.

Segundo a pintora Brigitte von Humboldt, esta exposição remete-nos para «o mar, lugar dos meus sonhos. A sua beleza encanta-me todos os dias, de novo. As cores azul-marinho, verde-esmeralda, turquesa, tons prateados mudam constantemente. O seu fundo guarda inúmeros segredos, inspira a fantasia, mitos e lendas. O mar para mim é uma fonte de alegria, símbolo de liberdade e mãe da vida».

Se a natureza tem alma, é isso que Brigitte von Humboldt vislumbra através do seu trabalho. É subestimação dizer que a temática dela é a natureza. É a fonte de inspiração da maior parte do trabalho dela, simultaneamente é uma obsessão, uma emoção, é um sonho que ela tenta aplicar na tela.

Em 1966 ingressou na Escola Superior de Belas Artes de Mainz, concluindo a licenciatura em 1971. Em 1979 fixou residência na cidade de Lagos, onde criou o seu «Atelier Azul» de pintura, na Meia-Praia.

As suas obras estão expostas em museus e galerias de arte em vários países e podem encontrar-se em coleções públicas e privadas. Agora, estarão patentes no Museu de Portimão.

A artista participa regularmente em feiras de arte internacionais. As inúmeras viagens a locais remotos e exóticos são a fonte de inspiração da sua criação artística. A sua obra fascina pela intensidade, força e luminosidade.