Loulé prepara-se para mostrar os 6 mil anos de História de Quarteira

  • Print Icon

A Direção Geral de Património Cultural e a Direção Regional de Cultura do Algarve vão celebrar protocolos tendo em vista a preparação de uma exposição dedicada à História de Quarteira, na próxima terça-feira, 14 de janeiro, pelas 11h30, no Salão Nobre dos Paços, a Câmara Municipal de Loulé.

«Com os pés na terra e as mãos no mar – 6 mil anos de História de Quarteira», irá inaugurar a 13 de maio de 2021, num espaço da cidade.

Durante este ano e meio será realizado um importante trabalho ao nível da inventariação e estudo de bens culturais para integrar a exposição, serão realizadas sessões com a população para que seja uma exposição que se constrói colaborativamente e será realizada a curadoria da exposição por Rui Parreira, envolvendo dezenas de investigadores.

Quarteira, um território que conta com assinaláveis vestígios do período romano, que foi durante séculos uma vila piscatória até à explosão do turismo algarvio, sendo hoje um dos mais procurados destinos para quem visita a região.

Esta iniciativa enquadra-se na estratégia do Município de Loulé para a área cultural e segue a mesma filosofia da Exposição «LOULÉ – Territórios, Memórias e Identidades» que, entre 2017 e 2019, esteve patente ao público no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa, dando a conhecer o período entre os mais antigos vestígios da ocupação humana no atual concelho de Loulé até 1384, data das mais antigas Atas de Vereação conhecidas em Portugal.

Refira-se que, após a assinatura dos protocolos, será realizada uma visita às novas Reservas Museológicas do Museu Municipal de Loulé.