Estudantes da UAlg abordam «O Jazz como factor inclusivo»

  • Print Icon

Palestra tem lugar no Campus da Penha.

Duas estudantes do 3º ano da licenciatura em Educação Social da Universidade do Algarve (UAlg), Margarida Brazona e Carine Piriquito, organizam já amanhã, quarta-feira, dia 6 de abril, uma palestra de jazz com o professor e músico Zé Eduardo, a ter lugar na sala 49 da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) da UAlg.

A atividade insere-se no âmbito de uma unidade curricular de «Prática III – Introdução à música jazz» e é de livre acesso a todos os alunos da UAlg, sendo um momento que pretende «demonstrar como a música jazz pode contribuir para a inclusão social».

Esta atividade faz parte de um estágio que as alunas estão a realizar através da Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe, nomeadamente em Gorjões, aldeia caracterizada pelo envelhecimento da população e desertificação.

Segundo as discentes, os objetivos deste estágio «assentam em colmatar a solidão nos idosos, que em tempos de pandemia se intensificou, e dinamizar a aldeia através da realização de atividades que promovam o envelhecimento ativo, o local e o bem-estar nos seus habitantes».

Anteriormente, já foram realizadas por esta dupla várias atividades no Clube Recreativo e Cultural Gorjonense, em Gorjões: em fevereiro, decorreu uma palestra de saúde com a presença de uma enfermeira e também uma ação de voluntariado ambiental, tanto com os residentes da zona como com os alunos e professores da escola primária de Santa Bárbara de Nexe.

Em março, foi feita uma sessão de beleza para assinalar o Dia da Mulher, um workshop de empreita com formadoras de Gorjões, uma atividade de zumba gold solidária, onde os bens alimentares angariados reverteram para o Banco Alimentar de Faro, e ainda uma sessão sobre a importância da alimentação saudável, da hidratação e da dieta mediterrânica, com a parceria da «Associação In Loco» de São Brás de Alportel.