Ciclo de Conferências debate «Lagos, da Monarquia à República»

  • Print Icon

Integrado nas Jornadas Europeias do Património 2019, o evento iniciou no dia 14 de setembro, prosseguindo a 28 de setembro e 5 de outubro, sempre a partir das 15 horas, no Centro Cultural de Lagos. A entrada é livre.

A Câmara Municipal de Lagos volta a organizar o 2º Ciclo de Conferências, integradas nas Jornadas Europeias do Património, este ano intitulado «Lagos, da Monarquia à República».

A edição de 2019 das Jornadas destaca as muitas facetas do Património ligadas às artes como forma de lazer e à História e Cultura. Tendo uma rica História fortemente ligada ao período áureo dos Descobrimentos, o município lacobrigense convidou oradores especialistas da Faculdade de Letras de Lisboa que focam esse período, em particular a documentação histórica quinhentista.

A primeira conferência teve lugar no passado dia 14 de setembro, no Centro Cultural de Lagos, com uma intervenção da Doutora Ângela Domingues subordinada ao tema «Diálogos entre História, Património e Documentos: Para uma releitura das relações entre portugueses e índios no Brasil colonial».

Mais recentemente, no sábado, dia 21, as palestras regressaram com uma comunicação intitulada «Uma mulher nos Descobrimentos: A Infanta D. Beatriz, Administradora do Atlântico», pelas mãos da Doutora Maria Barreto.

Agora, no próximo sábado, dia 28 de setembro, é a vez do Prof. Doutor Carlos Guardados enriquecer o Ciclo de Conferências com o tema «Os documentos que fazem a História: Onde estão e o seu estado de conservação».

Aproveitando o feriado nacional de 5 de outubro, Dia da Implantação da República, as Conferências encerram com a sessão do Prof. Doutor António Ventura, um dos maiores especialistas em História Contemporânea e da 1ª República, intitulada «O 5 de outubro na primeira pessoa: Testemunhar a História».

O autor fará, no mesmo dia, a apresentação do seu mais recente livro «A Maçonaria no Algarve».

Para celebrar esta iniciativa integrada nas Jornadas Europeias do Património, nos dias 27, 28 e 29 de setembro a entrada nos equipamentos museológicos de Lagos será gratuita.