Alteatro estreia «Cartilha de Flores» em São Bartolomeu de Messines

  • Print Icon

Lotação está limitada a 25 pessoas.

O adro da Igreja Matriz de São Bartolomeu de Messines recebe na próxima quarta-feira, dia 29 de junho, às 21h45, a estreia de «Cartilha de Flores», 33ª produção do Alteatro, com apresentações também a 30 de junho e a 1 de julho, no mesmo horário.

Este é um espetáculo em percurso por algumas ruas históricas de São Bartolomeu de Messines, incluindo a passagem pela casa onde nasceu João de Deus.

Esta criação coletiva procura estimular sensorial, emocional e racionalmente os espetadores. A arquitetura das ruas é uma das bases do espetáculo, onde se misturam as diferentes facetas da vida e obra de João de Deus, Fábulas, Poemas e outros textos críticos e pedagógicos diversos, buscando a sua contemporaneidade e estabelecendo paralelismos entre estas duas épocas, projetando o devir.

«Portugal viveu e vive ensombrado por comportamentos e valores, cultural e socialmente aceites, de caráter discriminatório e sectário. É urgente alertar, denunciar e debater», aponta a organização.

«A obra humanista de João de Deus, no séc. XIX, analisa e expõe muitos desses comportamentos que se mantêm impregnadas no tecido social até hoje», acrescentam os responsáveis.

«Cartilha de Flores» é uma criação coletiva com coordenação de Pedro Ramos, interpretação de João Schuler, Lorenzo André, Melanie Salomão, Sara Ferrada e a participação de Sónia Botelho e Pedro Ramos.

A lotação está limitada a 25 pessoas e, para mais informações e reservas, o Alteatro pode ser contactado por e-mail ou pelo telefone 962 481 038.