Lisboa: Avião aterrou na Portela “por precaução”, diz Easyjet

  • Print Icon

Rui Martins, um dos porta-vozes da companhia em Portugal, referiu desconhecer qual o problema técnico que esteve na origem da aterragem do avião, mas negaram que se tenha devido a uma falha de motor, ao contrário do que fontes da ANA tinham dito à Lusa.

“Fala-se em aterragem de emergência quando há uma situação muito grave ou uma tragédia iminente. Uma aterragem de precaução é feita quando há suspeita de um possível problema”, explicou.

A Easyjet precisou ainda que o voo transportava 168 passageiros e seis tripulantes, e não 169 passageiros e nove tripulantes, como fora avançado pela ANA (Aeroportos de Portugal, SA).

Os 168 passageiros e os seis tripulantes do voo partiram do aeroporto d a Portela às 18h40 noutro voo da companhia, com destino a Luton (Londres), referiu, acrescentando que, apesar de o primeiro avião ter sido alvo de “trabalhos de manutenção”, os passageiros tiveram que aguardar por “outro avião da companhia, proveniente de Luton”.

Segundo a mesma fonte, o voo que hoje aterrou em Lisboa de “forma segura e usual” foi o EZI2012, operado pela Air Finland, que fazia a ligação Faro-Londres (Luton) e não Faro-Londres (Gatwick), como fora avançado à Lusa por fontes da ANA.