Família de Vitoriano Rosa doa espólio de fundador do Correio da Manhã ao Município de Olhão

  • Print Icon

Na altura, será assinado um contrato de doação entre os familiares de Vitoriano Rosa e o Município de Olhão.

Vitoriano Rosa nasceu em Olhão a 23 de Dezembro de 1931 e faleceu em Lisboa a 15 de Fevereiro de 2008.

Dedicou a sua vida ao jornalismo e ao cinema, tendo colaborado e mantido secções de cinema em vários jornais algarvios.

Publicou, em edição própria, e com 21 anos, o seu primeiro livro: O Moderno Cinema Italiano, Olhão, 1953.

Trabalhou na Agência Portuguesa de Revistas e foi sub-diretor da revista Plateia.

Colaborou com a publicação Algarve Ilustrado, em 1969, e, já depois do 25 de Abril, dirigiu a Revista do Povo.

Em 1979 foi um dos fundadores e acionistas do diário Correio da Manhã, jornal em que passou trabalhar e onde depois se manteve como crítico de cinema.