Aprovada abertura do concurso para a construção do novo edifício da Câmara de Vila Real

  • Print Icon

A aprovação do projecto de execução da “Casa da Câmara”, inclui o respectivo programa de concurso, caderno de encargos, memória descritiva, peças desenhadas, medições, mapa de trabalhos e orçamento, tudo no valor de 1,374 milhões de euros.

Foi também aprovada a comissão de abertura das propostas, assim como a comissão de análise.

O lançamento do processo de concurso foi antecedido de apresentação dos ante-projectos de remodelação e recuperação do edifício onde está instalado a Câmara, com aprovação unânime pela Assembleia Municipal.

Dado o volume de obra e a impossibilidade de, enquanto esta decorre, coexistirem os serviços da Câmara Municipal com as obras em curso, a autarquia salienta em comunicado que se tornou «imperativo desenvolver esforços para encontrar soluções para manter a Câmara em pleno funcionamento sem que daí resultem graves prejuízos para as suas funções».

Para tal, foi encontrado um local «com dignidade suficiente, para que possam nele trabalhar a maior parte dos serviços, de modo a não criar incómodos acrescidos para os munícipes».

«Após negociações efectuadas com o Grupo Caixa Geral de Depósitos, chegou-se a uma solução que permite resolver o problema funcional e, simultaneamente, assegura igualmente para a posse do município um património de inegável valor através da compra do edifício situado na Praça Marquês de Pombal», acrescenta a autarquia.

Esta aquisição vai custar 1,272 milhões de euros, valor que «já inclui os custos das obras de adaptação do edifício às funcionalidade de que a Câmara, mesmo transitoriamente, carece».