Tavira protocoliza com clubes de caça a manutenção de pastagens anuais

  • Print Icon

Protocolo da Câmara Municipal de Tavira com clubes de caça promove instalação e manutenção de pastagens anuais.

O município de Tavira celebrou com a Federação de Caçadores do Algarve e 47 clubes de caça que operam no concelho o protocolo de colaboração para a instalação e manutenção de pastagens anuais semeadas em rede de Faixas de Gestão de Combustível (troços da rede primária, da rede secundária e mosaicos de parcelas de gestão de combustível).

Pretende-se com este protocolo mobilizar o sector cinegético e as suas estruturas associativas para uma maior integração na prevenção de incêndios rurais, assim como para a criação de um mosaico paisagístico que contribua para a beneficiação do habitat e da biodiversidade.

Os apoios a conceder pela edilidade são de natureza financeira, num total de 139 mil euros e em espécie, através da atribuição de sementes para plantação.

A celebração deste protocolo irá possibilitar a articulação de todas as entidades participantes nos sistemas de autoproteção de pessoas e infraestruturas, mobilizando o sector agrícola para a prevenção e adoção de boas práticas, nomeadamente, execução e manutenção de faixas de gestão de combustível, a renovação de pastagens ou mosaicos agrossilvopastoris determinantes para um território mais resiliente, viável e gerador de valor.

Considerando que os recursos alimentares disponíveis para as espécies cinegéticas não são suficientes para otimizar o seu desenvolvimento, esta medida permitirá colmatar essa deficiência, através da instalação de culturas agrícolas com cereais e leguminosas nas zonas mais desprovidas de alimento ou com alimento de baixa qualidade, fixando desta forma os animais.

A autarquia tavirense, com este protocolo, pretende apoiar a manutenção da rede de faixas de gestão de combustível, estimulando sinergias entre a atividade cinegética e as medidas estruturais de Defesa da Floresta contra Incêndios.