Mata de Vila Real de Santo António já tem sinalética nova

  • Print Icon

Depois de meses de trabalhos preparatórios, a Mata Nacional das Dunas Litorais de Vila Real de Santo António (VRSA) foi finalmente enriquecida, em dezembro, com a colocação de sinalética nova.

Esta iniciativa permitirá a valorização do Trilho da Aldeia Nova e o percurso de VRSA a Monte Gordo.

Foram instalados sete painéis com mapa e um sobre o camaleão, e os totens de dois percursos, feitos com materiais reciclados, resistentes ao sol e facilmente substituíveis.

Com a disponibilização desta informação no local, pretende-se também informar os turistas relativamente ao interesse ambiental daquele espaço, bem como sobre a localização dos diferentes serviços: estacionamentos, parque de merendas, parque de campismo, entre outros.

Segundo informa hoje a Associação de Defesa do Património de Mértola, a Mata de VRSA foi a escolhida, a nível nacional, enquanto área piloto, para integrar a rede de áreas europeias INHERITURA, perfilando-se para receber um selo de «Área inheritura», dado por uma comissão técnica criada pelo Projeto Inherit, que visa promover zonas em que a proteção do património natural representa uma mais-valia para desenvolver atividades turísticas sustentáveis.

Esta iniciativa foi um esforço conjunto do Instituto da Conservação Natureza e Florestas (ICNF), da Associação Odiana, e promovido pela ADPM Mértola com o apoio do protejo europeu Inherit, financiado pelo programa INTERREG MED da União Europeia.