Luzes de Lagos apagam-se para assinalar a «Hora do Planeta»

  • Print Icon

Vários equipamentos municipais de Lagos estarão com as luzes interiores e exteriores apagadas no dia 26 de março, sábado, entre as 20h30 e as 21h30, com o objetivo de chamar a atenção para o combate às alterações climáticas.

O município de Lagos aceitou, uma vez mais, o desafio lançado pela APN – Associação Natureza Portugal e pela WWF – World Wide Fund for Nature, incentivando a população a realizar a mesma ação simbólica para contribuir para um planeta mais sustentável.

«Consciente dos constrangimentos que as alterações climáticas trazem para a região algarvia», o município de Lagos volta a aderir ao projeto através de um apagão em espaços municipais e locais emblemáticos do concelho. Assim, durante 60 minutos, serão desligadas as luzes das fontes ornamentais do centro da cidade, fonte ornamental de São Gonçalo, Rotunda dos Ventos (Meia Praia) e da Fachada da Igreja de Santa Maria.

Ficarão também às escuras as fachadas da Muralha no Jardim da Constituição e do Forte Ponta da Bandeira, o exterior do Moinho de Odiáxere e o Edifício Paços do Concelho Séc. XXI.

Como medida sustentável associada a esta causa, o município propõe-se ainda a efetuar a substituição de tecnologia convencional por tecnologia LED na iluminação pública em vários pontos do concelho, num processo que irá abranger 600 luminárias e que já está em curso, estando também prevista a substituição de luminárias de iodetos por LED em espaços desportivos interiores.

Realizada anualmente desde 2007, a «Hora do Planeta» é uma iniciativa internacional promovida pela WWF e que visa unir milhões de pessoas em todo o mundo para mostrar o seu compromisso em ajudar o Planeta e combater as alterações climáticas.

Em Portugal, a ANMP – Associação Nacional de Municípios Portugueses tem vindo a associar-se a este projeto através da sua promoção junto das várias autarquias, para que lancem o exemplo junto da população.

O tema escolhido para este ano foi «Restauro da Natureza», associado ao conceito «Liga-te ao Planeta», para advertir para a importância e fragilidades dos recursos naturais e da sustentabilidade ambiental.

A autarquia de Lagos apela «a toda a população que adira à Hora do Planeta e que, no mesmo período, desligue ou reduza as luzes de sua casa, contribuindo assim para um mundo mais sustentável».