Loulé capacita funcionários para a sustentabilidade

  • Print Icon

Objetivo do município de Loulé é capacitar técnicos e dirigentes para a sustentabilidade, motivando o cumprimento das metas da Agenda 2030.

No âmbito da participação do município de Loulé no ODSlocal – Plataforma Municipal dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, realizou-se no Auditório do Convento do Espírito Santo, em Loulé, uma ação de capacitação dirigida aos dirigentes e técnicos municipais, que decorreu no passado dia 22 de setembro.

Através da iniciativa, a autarquia pretendeu promover os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável plasmados no projeto e as boas práticas associadas, e sensibilizar os participantes para a matéria e a importância da Agenda 2030, convocando-os para o cumprimento das metas.

O momento de capacitação, de acordo com a Câmara Municipal de Loulé, «constituiu uma oportunidade de divulgar o trabalho desenvolvido pelo município neste âmbito, mostrando o empenho que tem tido nas mais variadas áreas (social, económica, ambiental), tudo numa única plataforma».

De realçar que o ODSlocal visa estimular um movimento de sustentabilidade local amplo e aberto, destacar os atores locais e as suas iniciativas, e promover a criação de uma comunidade extensa de agentes de mudança comprometidos com esta agenda global.

Trata-se de uma plataforma, apoiada num portal online, que permite visualizar, monitorizar e mapear contributos e progressos de cada município em relação aos ODS. Possui, ainda, um forte controlo na qualidade da informação e um intenso envolvimento de atores e respetiva capacitação, a par de uma forte aposta numa estratégia de comunicação.

Em relação ao mapeamento, este engloba as diversas práticas sustentáveis, promovidas por iniciativas localizadas no município, que contribuam diretamente para a concretização dos ODS a nível local. Pode incluir também projetos de organizações não-governamentais, de empresas e boas práticas municipais. Qualquer organização pode inserir o seu projeto aqui.

A ação de capacitação foi realizada por David Avelar e Pedro Garrett da empresa 2ADAPT, start-up colaboradora deste projeto, coordenado pelo Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, em conjunto com o OBSERVA do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, e do MARE da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

Recorde-se que, em dezembro de 2018, o município de Loulé fez parte de um grupo de oito municípios portugueses convidados a participar na fase piloto do projeto ODSlocal, sendo que, atualmente, são mais de 60 os municípios a nível nacional a integrarem o projeto.

Já no passado dia 11 de julho, o autarca Vítor Aleixo foi eleito o presidente da Mesa da Secção de Municípios Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Associação Nacional de Municípios Portugueses.