Lagos já está a recuperar o Cordão Dunar da Meia Praia

  • Print Icon

Arrancou a recuperação do Cordão Dunar da Meia Praia, um investimento de 2,3 milhões de euros.

Representando um investimento de 2.340.310,96 euros (acrescido de IVA), dos quais 75 por cento são cofinanciados pelo Fundo de Coesão, esta intervenção tem como grande objetivo a regeneração e recuperação do sistema dunar da Meia Praia, numa faixa litoral com aproximadamente 3 quilómetros (Km) de extensão, situada entre a Ribeira de Bensafrim e o Bairro 25 de Abril.

A recuperação dunar, a promover por via do condicionamento e disciplinação dos acessos pedonais da Meia Praia, visa o reforço da proteção litoral, a conservação da linha de costa e a segurança das próprias populações.

De acordo com o plano de trabalhos e o cronograma financeiro aprovados pelo município de Lagos, serão primeiramente realizados trabalhos preparatórios que consistem na montagem de estaleiro, limpeza da área e execução de ensaios de cravação.

A obra em si compreende, entre outros trabalhos, a limpeza e remoção de espécies vegetais invasoras; a construção de um sistema de passadiços sobrelevados; a colocação de paliçadas que demovam o pisoteio e promovam a fixação dunar; a instalação de mobiliário urbano e de estruturas de apoio; a colocação de sinalização vertical; assim como a instalação de suportes informativos (sinalética informativa e interpretativa) que tem como objetivo promover a educação para a ecologia e a valorização da paisagem dunar.

A empreitada tem um prazo de execução de 270 dias.

Tanto a obra como o projeto que lhe dá suporte são da responsabilidade da Câmara Municipal de Lagos, tendo como enquadramento um contrato interadministrativo de cooperação técnica, celebrado entre o município e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), no âmbito da defesa ativa do litoral.