Lagos instala mais dispensadores de sacos para dejetos caninos

  • Print Icon

A Câmara Municipal de Lagos concluiu, recentemente, a 9ª fase de implementação da rede de dispensadores de sacos para a remoção de dejetos caninos, que passou a contar com 25 novos equipamentos.

A ação abrangeu todas as freguesias do concelho, mais concretamente a zona da Meia Praia, a povoação do Chinicato, a Vila de Odiáxere, a Vila da Luz, a povoação de Almádena, a Vila de Bensafrim e vários locais da cidade de Lagos.

A data da primeira instalação na via pública de dispensadores de sacos para a remoção de dejetos caninos remonta a 2005. Após sucessivos alargamentos, a rede conta atualmente com 175 equipamentos colocados em áreas pedonais, residenciais e espaços ajardinados.

Concluída esta 9ª fase de implementação, está já previsto um novo alargamento, a executar no decurso do presente ano, de modo a contemplar zonas menos servidas e dar resposta a pedidos rececionados nos serviços.

Os dispensadores estão identificados com placas informativas sobre a correta utilização do equipamento.

O objetivo deste investimento, segundo o município lacobrigense, passa por «sensibilizar a população para a problemática dos dejetos caninos na via pública, na tentativa de responsabilizar os acompanhantes dos animais para a limpeza e remoção imediata dos dejetos, os quais são fonte de poluição e um perigo em termos de salubridade».

Adicionalmente, e para que o impacto ambiental desta solução seja o menor possível, a autarquia descontinuou em 2019 a utilização dos sacos de plástico, passando a disponibilizar, exclusivamente, sacos biodegradáveis e compostáveis.

No site da Câmara Municipal está disponível a localização exata dos dispensadores (aqui).